Projeto de Macris contra corrupção em serviço de engenharia aprovado

Foi aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (11) o projeto de lei do deputado Vanderlei Macris que tipifica o crime de fraude em obra ou serviço de engenharia – PL 10657/2018. 
Segundo o parlamentar, a proposta tem o objetivo de coibir a corrupção nas obras públicas. “A história recente em nosso país tem identificado um mecanismo viciado em que avultam as empresas que contratam grandes obras com o governo federal, estadual ou municipal e, dentre essas empresas, como se apurou no caso da Operação Lava Jato e em diversas outras operações de investigação em andamento, as obras de engenharia foram as que mais envolveram propina, fraudes de diversos tipos e lavagem de dinheiro”, aponta Macris. 
Além de estabelecer especificação do dolo, a proposta estabelece pena de reclusão de quatro a 12 anos e multa. “Temos convicção de que criar um tipo específico, com pena maior, desencorajará esses ilícitos e tornará mais protegido nosso erário”, considera o parlamentar. 
Para o relator da proposta na Comissão de Trabalho, deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), até o momento não se conseguiu erradicar a prática da corrupção por meio do superfaturamento de obras públicas. “Impõe-se, então, adotar novas medidas que viabilizem um combate mais efetivo desses crimes que subtraem ao erário recursos que deveriam ser utilizados para aprimorar e ampliar os serviços prestados à população, notadamente os de saúde, educação e segurança”. 
O PL 10.657 agora segue para a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC), última etapa da tramitação na Câmara dos Deputados.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE