Projeto cria espaços públicos para pets em Sumaré

Um Projeto de Lei aprovado pela Câmara de Sumaré cria os Pet Parks, locais cercados com equipamentos e instalações para o entretenimento de cães e seus donos. As estruturas serão instaladas em todas as regiões da cidade e custeadas por parceiros privados, que deverão providenciar a colocação de cercas, bancos, bebedouros, lixeiras e brinquedos. A proposta consta no PL nº 151/2021, apresentado pelos vereadores Alan Leal (Patriota) e Digão (DEM). A matéria foi aprovada com 20 votos favoráveis durante a 16ª sessão ordinária, realizada na terça-feira (18). O PL seguirá para sanção do prefeito Luiz Dalben.

O projeto determina que as despesas decorrentes para a execução dos Pet Parks correrão por conta de convênios ou parcerias com a iniciativa privada, empresas, associações ou órgãos privados ou estatais. A empresa parceira deverá realizar a manutenção do local. Em contrapartida, poderá realizar a divulgação de seu produto por meio de propagandas no interior do Pet Park, respeitando a legislação municipal.

“Este espaço não trará custos ao município, uma vez que será feito em parceria com a iniciativa privada”, explica Alan Leal. “Será um local de lazer e entretenimento para os cães e seus donos, além de trazer a segurança necessária aos animais. Os cães fazem parte da família de nossos munícipes, e hoje não temos um local onde possam extravasar e gastar energia”, completa Digão.

Nos Pet Parks, só será permitida a entrada de animais saudáveis e devidamente vacinados. Para isso, os tutores deverão portar a carteira de vacinação física ou digital do pet. Não serão permitidas cadelas no cio, e será obrigatório uso de coleiras. Os animais deverão estar acompanhados de seus respectivos donos, sendo proibida a permanência dos mesmos sem seus acompanhantes.

Ainda de acordo com o projeto, no Pet Park será proibida a entrada de pessoas desacompanhadas de animais, bem como crianças menores de 10 anos de idade. Também será vetada a entrada de qualquer alimento ou bebida que não seja exclusivamente para cães. O Pet Park deverá dispor de local adequado para despejo dos excrementos dos animais, cabendo aos seus donos o recolhimento desses dejetos.

O PL autoriza o Centro de Controle de Zoonoses a realizar feiras de adoção no local, e os proprietários de cães que utilizam o referido espaço poderão realizar doações de rações para os animais de rua. Os alimentos serão armazenados e distribuídos também pelo Centro de Controle de Zoonoses.

Após a lei ser sancionada, o Poder Executivo estabelecerá regulamentos específicos para reger esses espaços.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE