Profissionais da Educação participam de aperfeiçoamento em libras

Para acolher os alunos da rede municipal de ensino e dar total condições de desenvolvimento educacional e pessoal, 34 profissionais de Educação que trabalham com estudantes surdos estão recebendo um curso de aperfeiçoamento.

Realizado pela Secretaria de Educação e ministrado pela professora especialista Claudia de Abreu, o curso de Libras promove o ensino de técnicas interpretativas do vocabulário básico para a melhor comunicação junto aos alunos. Os encontros começaram no dia 7 de março e segue até 9 de maio.

“Trabalhamos arduamente para garantir a aprendizagem de todos os alunos, para que os mesmos tenham acesso total a novos saberes em relação aos diversos aspectos sociais”, ressaltou a secretária de Educação Tânia Mara da Silva.

A rede municipal de ensino atende alunos com surdez severa ou profunda que utilizam a “Libras” para se comunicar.  Além de professor intérprete na sala de aula, esses alunos também são assistidos com atendimento educacional especializado por uma professora de Educação Especial.

Diferente do ouvinte, o surdo desenvolve potencialidades psicoculturais próprias, pois aprende através de experiências visuais. E por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras) os estudantes têm acesso facilitado à cultura e educação.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE