Professor da rede privada discute aumento em SP

Começa esta semana a negociação por renovação de salários e direitos trabalhistas nas escolas particulares de São Paulo. Após a realização de assembleias em cada um de seus 25 sindicatos regionais, a Federação dos Professores do Estado de São Paulo ??? Fepesp dará início às discussões com o setor patronal a partir do próximo dia 3, segunda-feira. ???Direitos, dignidade, unidade??? é o mote da campanha salarial de profissionais da educação ??? professores e funcionários administrativos ??? nas escolas da rede privada de ensino do Estado de São Paulo em 2020. As três categorias representadas pela Fepesp (Educação Básica, Ensino Superior e Sesi/Senai) estão nesta campanha salarial. Além de reajuste salarial e defesa de direitos já inscritos em acordos e convenções coletivas de trabalho, professores e funcionários querem blindar seus empregos contra a terceirização de postos de trabalho ou terceirização do ensino. Novas cláusulas definindo o papel de professores e tutores no ensino a distancia também fazem parte das pautas de reivindicações. A primeira rodada de negociação será nesta segunda-feira, dia 3, às 13h, para discutir a pauta de reivindicações dos profissionais no Ensino Superior. Nesta categoria, o setor patronal é representado pelo Semesp, o sindicato das instituições de ensino superior privado. Na terça, dia 4, às 11hs, a Fepesp recebe a direção do Sesi/Senai para a apresentação de reivindicações e início de negociações. Na Educação Básica, o início das negociações ainda não está definido. A Fepesp propôs a terça-feira, dia 4, como data de uma primeira reunião em documento protocolado junto ao Sieeesp, que representa os donos de escolas particulares no Estado. Ainda não houve resposta do setor patronal. Mais informações aqui: http://fepesp.org.br/noticia/profissionais-de-educacao-em-campanha-salarial/

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE