Produção de carros sobe 40% ante 2017

(Reuters) – A produção brasileira de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus em abril ficou praticamente estável na comparação com março, com recuo de 0,5 por cento, enquanto na comparação com abril de 2017 saltou 40,4 por cento, impulsionada por avanços no mercado interno e nas exportações, informou a Anfavea nesta segunda-feira.

O volume produzido somou 266,1 mil veículos, acumulando 965,9 mil unidades nos quatro primeiros meses do ano, 20,7 por cento a mais que no primeiro quadrimestre de 2017.
A produção de carros e comerciais leves subiu 39,3 por cento em abril ante um ano antes, para 253,7 mil unidades. Já a produção de caminhões cresceu 54,2 por cento na mesma comparação, para 9.095 mil veículos e a de ônibus disparou 121 por cento, a 3.300 unidades no mês passado sobre abril de 2017.
As vendas avançaram 4,8 por cento no mês passado sobre março e 38,5 por cento na comparação anual, para 217,3 mil unidades, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores. No acumulado do quadrimestre, os licenciamentos subiram 21,3 por cento, para 762,9 mil veículos.
Já as exportações de veículos montados, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus subiram 19,5 por cento na comparação com abril de 2017, para 73.152 unidades. Na comparação com março deste ano, as vendas externas unitárias subiram 8,4 por cento, acumulando no primeiro quadrimestre expansão de 7,5 por cento sobre o mesmo período do ano passado, a 253.359 unidades, informou a Anfavea.
Em valores, as vendas externas de autoveículos somaram 1,39 bilhão de dólares em abril, crescimento de 38 por cento na comparação anual e expansão de 7,7 por cento frente a março. No acumulado dos quatro primeiros meses do ano, as exportações de autoveículos somaram 4,6 bilhões de dólares, alta de 20,9 por cento na comparação anual.
O setor terminou abril com estoque de 230,7 mil veículos novos, nível estável ante março e acima das 216,4 mil unidades de abril de 2017.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE