Produção do Pré-Sal bate novo recorde em 2020

A Refinaria de Paulínia (Replan) terminou 2020 com o quinto recorde anual seguido de processamento de óleo do pré-sal, ao alcançar a marca total de 10.436.207 m³, volume 11,6% superior ao processado no ano anterior, que foi de 9.355.410 m³. O elevado grau de disponibilidade operacional da Replan e o aumento de produção das plataformas dos campos de pré-sal foram fatores determinantes para que a refinaria atingisse esse resultado.

Além do recorde volumétrico de petróleo pré-sal, a Replan também registrou em 2020 o maior percentual desses óleos em relação à carga fresca processada, com 58,7%. Em 2019, esse índice havia sido de 49,4% na refinaria.

Outro recorde alcançado em 2020 foi em relação ao Diesel S-10, com os 3.419.587 m³ produzidos no ano, marca 31,5% superior ao volume de 2019 (2.599.802 m³). A Replan foi responsável por 18% de todo o Diesel S-10 produzido no país, atingindo também o melhor resultado anual de venda local, com 2.321.461 m³, superando em 8% os 2.134.095 m³ do ano anterior. Se considerarmos a produção total de diesel da Replan em 2020, incluindo o S-500, a refinaria alcançou 8.749.116 m³, o que representa 22% de todo o diesel no Brasil e o melhor resultado da unidade nos últimos quatro anos.

Entre os resultados do ano, destacam-se também a produção de derivados como o asfalto CAP 30/45, propeno, nafta pretroquímica, Óleo Combustível Exportação (OCEX) e Bunker com baixo teor de enxofre. A refinaria entregou o maior volume de asfalto CAP 30/45 dos últimos seis anos: 342.054 toneladas, enquanto o propeno, com 203.876 toneladas, alcançou o melhor resultado dos últimos sete anos, 8% maior do que a de 2019.

A nafta petroquímica alcançou marca história na Replan, com 555.904 toneladas no ano. Em relação à produção do OCEX, o resultado foi o melhor dos últimos 16 anos, com 346.250 toneladas. Já o Bunker, óleo combustível utilizado em motores de navios com teor de enxofre de 0,5% e que passou a ser produzido na Replan no primeiro semestre de 2019, teve 835.453 toneladas em 2020.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE