Procon Sumaré realizou mais de 400 atendimentos em dois meses

O Procon Sumaré, órgão vinculado à Secretaria de Controle Interno e Transparência da Prefeitura, realizou 422 atendimentos a consumidores desde a segunda quinzena do mês de março – início do período de quarentena provocado pela pandemia da Covid-19,  instituído por decretos Estadual e Municipal.

“Em Sumaré, as ações de enfrentamento do novo coronavírus determinaram a suspensão do atendimento presencial nos órgãos públicos a fim de evitar aglomerações. O canal de atendimento do Procon via telefone foi mantido, como meio de prestar esclarecimentos a situações que surgiram do novo cenário, e as reclamações passaram a ser abertas diretamente no site da Fundação Procon de São Paulo”, explica o secretário de Controle Interno e Transparência, Jesuel Pereira.

No topo da lista dos atendimentos estão denúncias de preços abusivos do álcool em gel e das máscaras de proteção (25%) e de produtos da cesta básica (15%), seguidos de valores de mensalidade e transporte escolar, cartões de lojas de varejo e compras on-line.

            Segundo o Procon Sumaré, nos últimos dois meses a demanda de atendimentos do órgão aumentou no sentido de orientar e resolver os conflitos relacionados às situações novas que surgiram nesse período de isolamento social. “Denúncias feitas pelos consumidores, que atuam como ‘fiscais voluntários’, são fundamentais para que possamos realizar esse trabalho da melhor forma possível”, completa Jesuel.

            “Estamos vivendo um período atípico em nosso País por conta da pandemia, que tem impactado diretamente todas as formas de relação de consumo. O Procon Sumaré vem trabalhando, apoiado nas leis, para orientar os consumidores nas situações de conflitos, acreditando sempre que a busca de acordos entre as partes é a ação mais saudável para todos”, acrescenta o prefeito Luiz Dalben.

            O Procon Sumaré fica na Rua Ipiranga, nº 73, Centro. O atendimento durante a pandemia é feito, exclusivamente, pelo telefone (19) 3873-1071. As reclamações devem ser encaminhadas por meio do site da Fundação Procon SP (www.procon.sp.gov.br), clicando no botão “Faça sua Reclamação”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE