Privatização do DAE: Sindicato faz campanha contra

O Sindicato dos Servidores Municipais de Sumaré (Sindissu) quer uma Comissão para análise do processo de concessão do DAE (Departamento de Água e Esgoto), anunciada na semana passada pela Prefeitura. A ideia é apresentar uma contraproposta à gestão privada da autarquia municipal.
Um ofício para criação da Comissão foi protocolado no DAE na tarde de quarta-feira, 22, pelo presidente do Sindicato, Araken Lunardi, que também presidirá a Comissão. Outros seis servidores da autarquia participarão do grupo. A Comissão quer mostrar que é possível fazer investimentos dentro dos 30 anos previstos para a concessão, sem a necessidade de entregar o DAE à iniciativa privada.
A notícia da concessão causou surpresa nos servidores do DAE e em vários setores da sociedade, além da Câmara, pois nenhum debate foi aberto com a população para se chegar a esta decisão. A Administração Municipal informou que a iniciativa foi tomada após a realização de um ???profundo estudo da real situação do DAE???, feito pelo presidente da autarquia Valmir Ferreira da Silva.
???Queremos saber o valor real da dívida do DAE e entender como a prefeitura chegou à conclusão de que a concessão é a única saída para melhorar o sistema de água e esgoto do município. As dívidas municipais nunca vão acabar. Por isso queremos apresentar uma contraproposta à concessão e temos apoio de vários segmentos da sociedade, além de vereadores???, disse Araken. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE