Primeiro calçado com repelente aprovado pela ANVISA

Em 1990, os irmãos Sérgio e Ricardo Gracia contaram com o apoio dos pais que, gentilmente, cederam o fundo da casa onde moravam para dar início ao sonho dos filhos: ter o seu próprio negócio. De lá para cá se passaram 31 anos e, hoje, a dupla  comanda uma das maiores empresas calçadistas do setor infantil.

A Kidy preza pelo conforto e saúde dos pés de seus clientes, investe em tecnologia, pesquisas e acompanha de perto as tendências e novidades do mercado para entregar produtos com excelente custo benefício.“Esse é um cuidado que levamos muito a sério por aqui. São décadas de um trabalho incansável para oferecer muito mais que calçados para o nosso público. Para se ter ideia, temos uma parceria firmada há anos com o IBTeC (Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçados e Artefatos) para a realização de um aprofundado estudo da anatomia dos pés, levando em conta cada fase da infância, suas necessidades físicas e também o desenvolvimento cognitivo para que possamos ter, além do calçado adequado para cada idade, um pouco de diversão. Alguns de nossos produtos são acompanhados de um brinquedo e essa se tornou uma marca registrada da Kidy desde os anos 90”, explica Sérgio Gracia, sócio acionista da Kidy.

A novidade surgiu em 1997 e a Kidy foi a primeira empresa a colocar um carrinho como brinde junto a um calçado. Nomeada de Kidy Play, a coleção é sucesso até hoje e já passou por diversas repaginadas ao longo dos anos para acompanhar as tendências e inovações tecnológicas de cada época. A linha já vendeu mais de 8 milhões de pares e, em sua última versão, ganhou um aplicativo, o Crazy Tracks, para que as crianças pudessem interagir mais com o brinquedo. A caixa do calçado também é interativa e vira uma rampa para completar a diversão com o carrinho que faz parte da linha. Com o passar dos anos, os brindes evoluíram e hoje a Kidy possui mais de 10 linhas com brinquedos, seguindo as necessidades de cada fase.

“Procuramos acrescentar ao calçado algo que seja tendência, que faça parte do dia a dia das crianças, mas que também proporcione um desenvolvimento cognitivo e motor para os pequenos. Estamos ao lado dos pais nessa busca pelo crescimento e desenvolvimento dos filhos”, explica Luciana Girotto, gerente de marketing da Kidy.

Depois de inovar com as tecnologias‘Equilíbrio’, que proporciona segurança para os bebês que estão dando os primeiros passinhos,  a ‘Respitec’, que facilita a respiração dos pés, mantendo a temperatura ideal e a ‘Antimicrobiana’, que combate o chulé e, consequentemente, o mau cheiro, a Kidy mais uma vez chega na frente e apresenta a  linha Kidy Protect, a primeira do mercado a ter função repelente e aprovada com 96,7% de eficácia pela ANVISA. Foram investidos mais de 2 anos em pesquisas e milhões de reais para chegar a um calçado totalmente eficiente.

Para completar a festa, a marca conta com uma convidada de honra, a apresentadora Sabrina Sato, que é a embaixadora da linha e ajudará a difunfir o Kidy Protect para que cada vez mais crianças estejam protegidas dessas doenças, que segundo estimativa do Ministério da Saúde, considerando o período epidemiológico de 29/12/2019 a 2/1/2021, o Brasil registrou quase 1 milhão de casos de dengue e 82. 419 casos prováveis de chikungunya. Já o total de notificações relacionadas ao vírus Zika, considerando o período epidemiológico de 29/12/2019 a 29/12/2020, foi de 7.387 casos prováveis no país.

“Para marcar o nosso aniversário de 31 anos, depois de muito estudo e investimento junto a Universidade da Paraíba (UFPB), o Kidy Protect está pronto para chegar e proteger os pequenos de pernilongos e do mosquito Aedes Aegypti. Estamos muito contentes em poder oferecer mais esse cuidado à sociedade”, conta Ricardo Gracia, sócio acionista da Kidy.

Atualmente, a marca está presente em 100% do território nacional por meio do e-commerce, mais de 10.500 pontos de venda e 60 escritórios de representação. Além disso, exporta para 45 países e firmou uma parceria com o Grupo Hiersum para a produção e distribuição dos calçados Kidy na China.Entretanto, a empresa ainda tem muita história para contar, os planos de expansão seguem a todo vapor e, durante o primeiro semestre do ano, foi investido R$1 milhão em tecnologia e automação da cadeia produtiva. Hoje, a empresa se divide em dois espaços: o parque industrial localizado em Birigui, interior de São Paulo, com capacidade para a produção de 20 mil pares por dia e aproximadamente 4,5 milhões por ano  e, o Centro de Logística e Distribuição em Três Lagoas, Mato Grosso do Sul. Para esse ano, a empresa espera crescer 30% e faturar cerca de R$ 190 milhões, mesmo diante das dificuldades relacionadas a pandemia.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE