Presidente da Câmara, Willian pede cartório na região do Matão

O presidente da Câmara Municipal de Sumaré, vereador Willian Souza (PT), solicitou ao Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) a criação de um cartório de registro civil e tabelionato de notas na região do Matão. No ofício enviado ao órgão, o parlamentar argumenta que o bairro já conta com mais de 40 mil moradores, o que justifica a criação de serviços que facilitem a vida da população.

“A cidade cresceu muitos nos últimos anos e já se aproxima de 300 mil habitantes. Sumaré é uma cidade bastante espalhada territorialmente e é preciso descentralizar os serviços, para que não seja necessário que todo mundo vá ao Centro resolver situações envolvendo atividade cartorária”, defende Willian.

O ofício foi enviado em junho ao presidente do TJSP, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco. O presidente da Câmara afirmou ainda que está estudando medidas para que outras regiões da cidade, como Picerno, Área Cura e Maria Antônia, tenham cartórios mais próximos para suas populações.

“Estamos em contato com o gabinete da presidência do TJ para acompanhar todas as etapas da análise da nossa solicitação. Esse é um passo importante para, a partir do Matão, conquistarmos também para outras áreas populosas de Sumaré benefícios que permitam o desenvolvimento dessas localidades em particular e da própria cidade num contexto geral. Sumaré é uma cidade grande e precisa estar equipada como tal”, sustenta o presidente.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE