Presidente da Câmara de NO é acusado de ameaça e agressão

O vereador e presidente da Câmara de Nova Odessa, Elvis Ricardo Garcia-Pelé (PSDB), é acusado por um munícipe de ameaça e lesão corporal. O ajudante de eletricista Reginaldo Dias da Cunha, de 50 anos, registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia alegando ter sido vítima de agressões verbais e físicas na tarde desta quinta-feira (25).

A situação teria ocorrido por volta das 16 horas na recepção da Câmara Municipal, que fica na Rua Pedro Bassora, no Centro. Conforme registrado no BO, Reginaldo afirma ter ido ao local reclamar com vereadores sobre um bueiro na rua de sua casa, que fica no Jardim São Jorge, quando aguardava o atendimento e conversava com um desconhecido.

Segundo ele, Pelé teria passado pelo local e questionado se estaria falando dele. O relato de Reginaldo é que confirmou a indagação e, por ser “representante do povo”, o vereador lhe devia satisfações. O munícipe então diz que Pelé o teria mandado limpar o bueiro por conta própria, supostamente gerando toda a desavença alegada.

O ajudante publicou no Facebook fotos com trechos do BO e uma imagem mostrando um papel com sangue sobre uma das coxas da perna. “Quando for cobrar de seu vereador uma posição, fica a dica, tu vai levar bolacha na cara. E infelismente (sic) vai ter que recorrer a Polícia Civil para se resguardar. Ou já sabem né? O vereador te tira sangue”, divulgou.

Reginaldo é figura conhecida nos meios políticos locais, como um intenso crítico das diversas gestões que passaram por Nova Odessa. Além disso, nas redes sociais constam publicações contendo ataques a presidentes da República (Lula, Dilma e Bolsonaro), governador (João Doria), deputado (Cauê Macris), prefeito (Bill Vieira de Souza) e vários vereadores.

Procurado pela reportagem do Novo Momento, Pelé negou a acusação feita por Reginaldo Dias, informando que iria se posicionar oficialmente nesta sexta-feira, dia 26, através da Assessoria de Imprensa da Câmara. A recepção da Câmara conta com circuito de câmeras, cujas imagens podem ser utilizadas pelo presidente para desmentir as acusações do cidadão.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE