Prenderam o Queiroz

Apontado como líder do esquema de rachadinha que irrigava os Bolsonaro, o ex assessor de Flavio Bolsonaro foi detido na manhã desta quinta-feira em Atibaia. O esquema funcionava a partir da coleta de parte do salário de servidores da Alerj- Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro- e da indicação de funcionários fantasmas. Flavio, hoje senador, era deputado estadual à época.

Ele estava em um imóvel do advogado de Flavio Bolsonaro. Os mandados de busca e apreensão e de prisão foram expedidos em um desdobramento da investigação que investiga esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Segundo relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), o policial militar aposentado movimentou R$ 1,2 milhão de forma “atípica”.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE