Prefeituras: Região ainda patina na gestão

Nenhum município da região recebeu a classificação A, tida como altamente efetiva, em 2015, no IEGM (Índice de Gestão Municipal) do TCE-SP (Tribunal de Contas), divulgado esta terça-feira. Santa Bárbara d’Oeste e Nova Odessa estão no nível B (bem avaliadas), mas não lideram a região de Campinas. 
Segundo documento, Sumaré e Americana estão no nível de ‘gestão em recuperação’. Sumaré caiu dois níveis entre 2014 e 2015, quando era governada por Cristina Carrara (PSDB).Os critérios de avaliação do IEGM se tornaram ainda mais rígidos de 2014 para 2015. Isso levou a uma queda na classificação das cidades, mas possibilitou uma análise mais realista darealidade de cada município.
O IEGM foi criado pelo Tribunal de Contas de São Paulo em 2014 como uma forma de estabelecer critérios que possam ajudar a sociedade a avaliar o desempenho dos gestores municipais. O levantamento se baseia em índices de sete categorias: educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, proteção aos cidadãos e governança da tecnologia da informação. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE