Edit

Prefeituras ainda não têm testes rápidos pra Covid-19

Testes recebido são para profissionais de saúde e para casos suspeitos

Com mais de dois meses de crise do coronavírus, as cidades da região ainda não oferecem testes rápidos para moradores. Em Santa Bárbara d’Oeste, a prefeitura comprou um lote de testes rápidos, mas ainda não chegaram. Uma das medidas apontadas por autoridades de saúde, a testagem em massa é apontada como crucial para que seja feita a reabertura do comércio e o controle da circulação do vírus.

Leia Mais- Nova Odessa tem recorde de novos casos

Leia Mais- Covid-19 OMS interrompe estudos com cloroquina

Em Americana, a prefeitura informou que foram 2 mil testes recebidos do governo federal, os quais estão destinados aos profissionais de Saúde, da Segurança e também aos idosos. Em caso se suspeitas dos profissionais, a utilização também se estenderá aos seus familiares.  Incluem-se também os residentes dos asilos. Mas os testes são utilizados apenas em quem apresentar síndrome respiratória grave.

Já em Santa Bárbara d’Oeste, a Prefeitura recebeu uma quantidade de testes do Governo Federal, que são utilizados mediante critérios definidos pelo Ministério da Saúde e OMS. Na ocasião cerca de 3 mil, não sei quantos temos hoje. A prefeitura informou que comprou 5 mil testes rápidos, mas ainda não chegaram.

Nova Odessa e Sumaré informarão esta terça-feira as condições dos testes.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE