Prefeitura ‘para’ de vez em Santa Bárbara

Incapaz de fazer uma piscina com dinheiro ‘dos outros’, a administração Denis Andia (PV) resolveu parar a tartaruga. A meta é economizar cerca de R$ 18 milhões até o final do ano, montante necessário para amortizar a queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios-FPM (Governo Federal) e ICMS (Governo Estadual).
Entre as medidas, a prefeitura criou no início do ano um comitê gestor, que tem a incumbência de avaliar todos os pedidos de compras nos quesitos necessidade, demanda e preço, disciplinando o uso de recursos públicos com respeito e prudência. Também foi implantada a gestão de suprimentos, visando reduzir os custos médios dos valores licitados dos editais lançados.
DÍVIDA DE 3%- A desculpa de Andia é que a atual Administração herdou uma dívida de cerca de R$ 15 milhões (equivalente a 3% do orçamento de apenas um ano) e desde o início do governo, em janeiro de 2013, trabalha com austeridade para reequilibrar as finanças e reorganizar o município na parte administrativa.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE