Prefeitura faz blitz em comércios  

A vigilância sanitária de Americana realizou entre os dias 9 e 11 de julho, uma blitz em dez estabelecimentos comerciais, a maioria na região central, visando o cumprimento das medidas de prevenção à Covid-19, principalmente quanto ao uso de máscara. A fiscalização, que teve apoio da polícia militar, atuou em bares e lojas de conveniência de postos de combustíveis.

Durante as abordagens os fiscais orientaram os frentistas, proprietários e atendentes das lojas de conveniência sobre os procedimentos a serem adotados, além das penalidades previstas sobre o descumprimento das normas.

Na sexta-feira (10), além dos estabelecimentos, a fiscalização atuou junto aos pedestres que transitavam pela Avenida Brasil. No período de uma hora os fiscais abordaram 23 pessoas que estavam sem máscara. “Observarmos que a maioria dos que não utilizavam máscara era de pessoas jovens, corredores, caminhantes e ciclistas. O que revela uma preocupação com a própria saúde, porém não com a do próximo”, comentou a coordenadora da vigilância sanitária, Eliane Ferreira. Não houve aplicação multas porque o caráter dessa ação foi mais educativo que punitivo. Mas as próximas ações podem resultar em medidas mais rigorosas.

Durante toda a ação foram interditados dois bares, efetuadas duas notificações e orientadas aproximadamente 120 pessoas, entre proprietários de estabelecimentos, funcionários e transeuntes.

Recentemente o governo estadual publicou uma resolução (SS-96) sobre a obrigatoriedade do uso de máscara em comércios e locais públicos. O não cumprimento pode acarretar em multa no valor de R$ 5 mil por pessoa sem máscara no interior do comércio e de R$ 500 para pedestres na rua.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE