Prefeito anuncia projetos de lei que revisam PDDI e PDFU

 Prefeito anuncia projetos de lei que revisam PDDI e PDFU

O prefeito de Americana, Omar Najar, e o secretário de Planejamento, Angelo Sergio Marton, entregaram, na tarde desta quarta-feira (17), ao vereador e presidente da Câmara Municipal, Luiz da Rodabem, projetos de lei que pleiteiam a revisão do PDDI (Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado) e do PDFU (Plano de Desenvolvimento Físico e Urbanístico).

”O primeiro plano diretor da cidade foi elaborado em 1970, quando meu pai Abdo Najar era o prefeito. Agora, depois de tantos anos, estamos atualizando os planos atuais para o futuro de Americana. O Planejamento fez um estudo das alterações necessárias quanto a obras, saneamento e construções, e a Câmara agendará as audiências públicas e as discussões pelos vereadores”, afirmou o prefeito Omar Najar.

Durante a coletiva, o secretário Marton elencou algumas das principais mudanças previstas pelo estudo, como a necessidade de constar em lei o traçado das futuras avenidas do município, a fim de orientar os loteadores quanto à ocupação de espaços. Além disso, os documentos propõem uma revisão no zoneamento da cidade, que propiciará a atração de investimentos. O novo PDDI disciplina, ainda, a construção na área do pós-represa, com a proibição de construção de prédios muito altos. O plano define que as edificações no local não ultrapassem 7 metros de pé-direito.

Marton destacou, também, alguns pontos do PDFU, como a adoção de calçadas com três metros de largura, rebaixamento de 100% das guias em áreas comerciais e a possibilidade de se trocar as áreas impermeáveis por pisos drenantes.

O presidente da Câmara, Luiz da Rodabem, agradeceu o convite para participara da coletiva, elogiou o trabalho que a Secretaria de Planejamento vem realizando e se comprometeu que as propostas serão analisadas pelos vereadores o mais rápido possível contribuindo, dessa maneira, com o crescimento da cidade.

O prefeito Omar Najar fechou a coletiva afirmando que os projetos propõem disciplinar o futuro da cidade e que os técnicos da Prefeitura estão disponíveis para eventuais esclarecimentos.

Relacionados