Pref põe ação da polícia na ‘conta’ de Luciano

Em nota emitida esta tarde tratando da investigação e do pedido de busca e apreensão determinada pela comarca de Bebedouro/SP, a prefeitura de Americana emitiu a nota que vai abaixo.
A propósito da ordem judicial de busca e apreensão determinada pela comarca de Bebedouro/SP, nesta data, envolvendo contrato com a Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (COAF), a Prefeitura de Americana esclarece: O pedido de licitação, o descritivo e o orçamento foram enviados ainda na gestão de Diego De Nadai, pela Secretaria de Educação, por solicitação do responsável pelo Setor de Alimentação Escolar, Cristiano de Mendonça Salles, e pelo então secretário de Educação, Luciano Correa, atual vereador de Americana, O contrato no valor de R$ 309.108,00 foi assinado em 17 de março de 2014 pelos então secretários de Educação, Luciano Correa, e de Negócios Jurídicos, Cristiano Martins de Carvalho. Esclarecemos que a atual Administração Municipal não fez uso desse contrato, sendo que no dia de hoje (19), por ordem da Juíza da Vara de Bebedouro, determinou-se a busca e apreensão de documentos e computadores que tivessem dados correlatos a esse contrato, cuja investigação criminal corre em segredo de Justiça em Bebedouro, motivo pelo qual a Prefeitura de Americana não sabe dar maiores informações a respeito. Por fim, a Prefeitura forneceu todas as informações que estavam ao seu alcance, bem como todos os equipamentos que estavam em uso na época.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE