Pref minimiza suspensão das demissões dos probatórios

A liminar que suspende as demissões dos servidores em estágio probatório em Americana, apresentada hoje pelo sindicato dos servidores (SSPMA) nesta segunda-feira, não preocupou o poder executivo mas foi considerado como vitória pelo sindicato. 
Segundo o secretário de negócios jurídicos, Alex Niuri, na liminar a juíza suspende as demissões pela situação de dois componentes da comissão processante incumbida de analisar os casos. Alex esclarece que, na verdade, não é uma comissão processante que trabalha no caso e sim uma comissão especial de julgamento, o que, para ele, será facilmente explicado e revertido. “Ela (juíza) consignou, inclusive, que seria reanalisado após o contraditório (parte da prefeitura) e suspendeu por hora só. Nós vamos providenciar isso muito rápido”, disse Niuri.
Já o presidente do sindicato, Toninho Forti, enxergou a suspensão como vitória e vê a decisão diferente do jurídico do executivo. “Está claro aqui que estão suspensas todas as decisões da comissões. Nossa defesa com certeza citou a comissão como ela foi constituída, se ela usou processante, ela que usou. Não vejo isso como grande relevância essa questão de semântica”, disse Forti. 
Assim que notificada, a Prefeitura deve entrar com o contraditório para dar continuidade no processo. 
NIURI X TONINHO: O secretário afirma que os que já foram demitidos não devem voltar ao trabalho, que a ação apenas suspende os trabalhos da comissão. Já Toninho insiste que nesta terça-feira todos os demitidos devem voltar ao seus postos, que a decisão serve para os que já foram demitidos. Segundo o presidente do sindicato, quem for impedido de trabalhar deve fazer boletim de ocorrência. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE