Pref. de NO tem parceria com Instituto Plantarum

Uma parceria entre o Instituto Plantarum e a Prefeitura de Nova Odessa, através das Secretarias de Educação e Meio Ambiente, tem proporcionado o contato de crianças com a natureza exuberante do Jardim Botânico, que possui a maior quantidade de espécies catalogadas no Brasil. Grupos de estudantes de escolas municipais têm realizado visitas gratuitas monitoradas no local, atendendo ao Programa Municipal de Educação Ambiental.

Nesta quinta-feira, dia 28, será a última visita do semestre, que inclui alunos de 12 Emeis (Escolas Municipais de Ensino Infantil). No total, aproximadamente 1.000 crianças de 4 e 5 anos visitaram este ano o Plantarum, para desenvolver trabalhos pedagógicos com os conhecimentos adquiridos. Para o 2º semestre será a vez dos estudantes das Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental).

Todas as visitas são monitoradas por profissionais do Plantarum e o transporte dos alunos é realizado pela Prefeitura, com acompanhamento de professores e coordenadores das escolas. “O (Jardim Botânico) Plantarum é um local de muitos conhecimentos e projetos de pesquisa, que estamos utilizando para passar às nossas crianças”, destaca a diretora de Educação Infantil, Fabiana Vaughan Hartgers.

Segundo a secretária municipal de Educação, Claudicir Brazilino Picolo, o contato com a natureza é importante. “O local possui uma riqueza natural impressionante, com muitas espécies. Auxilia na conscientização sobre preservação do meio ambiente”, reforça. Os alunos têm contato com a coleção botânica viva, carpoteca, herbário, jardinagem e horticultura, xiloteca, biomas brasileiros e paisagismo.

O Jardim Botânico Plantarum é uma associação sem fins econômicos dedicada à educação, pesquisa e conservação da flora brasileira. Construído desde 1998 e aberto ao público em 2011, foi idealizado ainda na década de 90 pelo engenheiro agrônomo e botânico brasileiro Harri Lorenzi. As instalações incluem uma área de nove hectares, onde estão mais de 4 mil espécies vegetais, dos principais grupos da flora nativa.

Em 2015 houve a qualificação, pelo Ministério da Justiça, do Governo Federal, como uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), com os objetivos de estudo e conservação da biodiversidade vegetal brasileira e do meio ambiente, através de ações educacionais e de pesquisa. E uma das formas de divulgar a instituição é por meio das visitas escolares, guiadas ao ar livre.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE