Polícia prende mais dois envolvidos na morte de comerciante

A Polícia Civil identificou mais dois suspeitos envolvidos no latrocínio na Casa de Carnes Colina, que resultou na morte da comerciante Giani Aparecida Molina de Lião, de 54 anos. Um deles é ex-funcionário do açougue e foi detido nesta quarta-feira, no Jardim Bertoni.

O outro envolvido no crime está preso desde o dia 15, acusado de tráfico de drogas. Florisvaldo José Prock, foi preso em uma ação da Polícia Militar no Jaguari.

A polícia já pediu a prisão preventiva desses dois suspeitos e agora já são três envolvidos no caso.

O apontado como autor dos disparos, Vinícius Pereira de Oliveira, de 23 anos, foi preso no dia 20 de outubro pelo Batalhão de Ações Especiais da Polícia Militar, em Campinas, e teve a prisão temporária decretada por 30 dias.
Após PolicialPadrão

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE