Polícia acaba com ‘puteiro’ em SB

Do RegiãoEmNotícias- A Polícia Civil de Santa Bárbara d’Oeste fechou, nesta terça-feira (25), uma casa de prostituição que funcionava na Rua da Servidão, 530, no loteamento Cidade Industrial. A mulher responsável pelo prostíbulo M.O.B., de 43 anos, divorciada, foi presa durante a operação que ocorreu por volta de 15h.A delegada de polícia Olivia Fonseca, da DDM, acompanhada das investigadoras Mayara e Karina, estiveram no local a fim de averiguar uma denúncia registrada no Disque Direitos Humanos, bem como advinda de uma rede social, que dava conta da existência de uma casa de prostituição no local conhecido como “Chácara da Cigana”.Em contato com a responsável pelo local, M., também citada na denúncia anônima, ela contou que os quartos eram alugados para mulheres, as quais faziam programas e seus clientes pagavam pela utilização do quarto durante o ato sexual. Um homem, J.R.M., de 52 anos, casado, citado como aliciador na rede social também trabalhava no local. Disse também que tinha consciência do que fazia era um crime. O local tinha toda a estrutura e característica de uma casa noturna, com bar, caixa de pagamento, caixas de som, Contava também com sistema de monitoramento que controlava a entrada de pessoas no local.Durante a operação, a polícia encontrou comandas de consumo e outros documentos relevantes. A casa contava com várias suítes que as vítimas ocupavam para morar e também para se prostituir. Em contato com as mulheres que estavam presentes no local, elas informaram que cobravam R$ 100 por programa e o cliente pagava R$ 50 pelo uso do quarto, em separado, para a dona da chácara. A mulher também ganhava uma porcentagem do consumo de bebidas dos clientes durante a estadia no local para os programas.A delegada decretou a prisão em flagrante de M. e solicitou a realização de perícia. A dona da chácara foi encaminhada para a Cadeia de Monte Mor, onde permanecerá à disposição da Justiça.No momento da prisão, estavam no local as mulheres S.M.J.S., de 29 anos, casada; L.D.S., de 26 anos, solteira; S.V.A., de 27 anos, solteira; e C. R.M.L., de 36 anos, solteira, que constam no boletim de ocorrência como vítimas da dona da casa.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE