Plantas do Herbário Municipal começam a ser catalogadas

As plantas medicinais, aromáticas e condimentares cultivadas nos hortos municipais e da flora de Santa Bárbara d’Oeste começaram a ser catalogados para compor o Herbário Municipal, projeto inédito na região. Os profissionais da Rede Municipal de Ensino e voluntários envolvidos no projeto horta participaram do último encontro do curso de formação em noções de Herbário e Elaboração de Exsicatas (amostra de plantas para estudo botânico). O objetivo foi preparar os participantes para disseminar o procedimento nas unidades escolares e fomentar a catalogação das espécies utilizadas no município. A formação foi iniciada em abril.

O Herbário Municipal, regulamentado pelo decreto nº 6944, de 4 de junho de 2019, possibilitará um arquivo catalogado diverso, contribuindo para o estudo e pesquisa botânica, a formação dos alunos, de recursos humanos, preservação da biodiversidade e transferência de conhecimento à comunidade. A iniciativa está sendo organizada no Núcleo de Educação Ambiental “Fioravante Luiz Angolini” (NEA) e estará disponível em breve.

“O Herbário Municipal integra um dos projetos inovadores da gestão do prefeito Denis Andia e trará à Rede de Ensino a oportunidade de aprender sobre os mecanismos necessários para o desenvolvimento da pesquisa acadêmica, onde os educadores e estudantes poderão evoluir muito neste segmento de estudo”, disse a secretária de Educação, Tânia Mara da Silva.

O curso e a estruturação do Herbário têm realização da Secretaria de Educação em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente e DAE (Departamento de Água e Esgoto) e conta com o apoio da ESALQ/USP, da Rede de Municípios Potencialmente Saudáveis/UNICAMP e Voluntários da Cozinha Medicinal de Santa Bárbara d’Oeste.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE