Planejamento e o futuro dos negócios

A economia nacional e suas tendências foram tratadas em detalhes nos artigos mais recentes. Estas informações são fundamentais para o planejamento empresarial, pois, fala-se do ambiente externo que de certa forma influencia, direta e indiretamente, o futuro dos negócios. Porém, o contorno do planejamento não é feito apenas com este tipo de informação.

O tamanho da empresa e a sua área de atuação definem a influência dos fatores externos nos negócios. Empresas pequenas, por exemplo, têm a oportunidade de crescerem em fases de crises. Elas atendem demandas em lugares que as grandes empresas ainda não chegaram ou abandonaram. Outras vezes, conseguem posicionar-se para atender ao público insatisfeito.
Observe que a baixa dos juros, dólar e inflação refletirão de forma diferente para uma empresa que depende diretamente de importação e exportação do que para outras que não trabalham com isso. Fornecedores de prefeituras e estados endividados por exemplo, são mais afetados pela crise fiscal do que outros que não trabalham neste mercado e assim por diante.
Sem ignorar os indicadores da economia acional/internacional é preciso atentar-se para questões internas da empresa. Antes de tudo, é necessário entender que planejar é uma declaração de que será imprescindível aprender sempre. ?? uma forma de admitir que não se sabe o suficiente sobre como atingir as metas definidas.
Desta forma, a solução de problemas e conquista de metas demandam do gestor e equipe esforços em conjunto na busca de conhecimento e aprendizado.
Para tanto, os métodos avançados de planejamento nem sempre são os mais recomendados para quem está começando. Por isso, o ???feijão com arroz??? pode ser a melhor estratégia e trazer excelentes resultados para a empresa. E, conforme o nível de exigência e complexidade for aumentando, outras técnicas e metodologias poderão ser incorporadas.
O ???feijão com arroz??? trata-se do Planejamento, Execução, Monitoramento e Ação. Conhecido na administração como ciclo PDCA. Com isso, deve-se planejar e agir, lembrando sempre de checar sistematicamente e verificar se o planejamento está sendo executado como previsto.
?? comum as empresas negligenciarem este ponto do PDCA. ?? preciso saber se os objetivos estão sendo atingidos ou não. Deste ponto em diante, deve-se rever o planejamento quantas vezes for necessário até que a meta seja atingida.
Portanto, após conhecer os indicadores externos da economia, verifique se o planejamento interno tem recebido a atenção necessária. Pois, é como dizia Benjamin Franklin, ???Quem falha em planejar, planeja para falhar???.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE