Pivô da cassação, radialista se vê perseguido

Pivô do processo de cassação do prefeito de Nova Odessa Bill Vieira de Souza (PSDB), o radialista Gleison Alves escreveu uma nota se posicionando no processo e disse que tem sido perseguido na cidade e acusado de ter ‘se vendido’ para prejudicar Bill. Abaixo a nota do radialista na íntegra. Pessoal estou triste com a notícia que recebi hoje em que o prefeito foi cassado pela entrevista a mim concedida no dia da eleição(Rádio Paraíso FM).
A minha revolta maior foi que,algumas pessoas estão me acusando de ter recebido favorecimento financeiramente da oposição.
Gostaria de deixar claro para essas pessoas que exercí o meu trabalho,e que nenhum momento quis prejudicar alguém,da mesma forma que entrevistamos o Prefeito Bill,entrevistamos também,Davison e Tereza Costa, e ainda procuramos os outros dois candidatos para uma entrevista também no dia das eleições.
A nossa intenção era mostrar para a população,o trabalho feito pela Paraíso FM de levar informações aos ouvintes.
O fato de ter me afastado da rádio,não foi porque recebi dinheiro de ninguém,e sim por motivo de Saúde Visual(cataratas),lamento profundamente ocorrido,e acredito na Justiça Divina(A verdade vai aparecer).
Eu gostaria de convidar todos que estão me acusando de ter recebido dinheiro,de vir conhecer a realidade financeira de mim e minha família,pessoal tenho 9 filhos,e mais ninguém sabe que uma ou duas vez por mês,a minha água é cortada,e ainda ninguém sabe o que as vezes nem tenho dinheiro para comprar leite para o meu filho de 3 meses,e jamais eu teria coragem de aceitar qualquer dinheiro sujo,para prejudicar alguém,pessoal mais uma vez,eu acredito na Justiça Divina!!!
Eu acredito que foi uma armação,por que as pessoas que nos Filmaram na escola Dante Gazzetta alegando o Comício,por que não foram nas outras Escolas fazer a mesma coisa,estamos de conciencia tranquila e mais uma vez acreditamos na Justiça Divina.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE