Piracicaba recebe tenor Jean William

A Temporada 2021 da Orquestra Sinfônica de Piracicaba traz como convidado o tenor Jean William. Sob regência do diretor artístico e regente titular, maestro Jamil Maluf, o conjunto interpreta a canção “Hallelujah”, de Leonard Cohen, que pode ser conferida no Facebook, Instagram e YouTube neste domingo (4), às 19h. A apresentação é realizada com recursos da Prefeitura do Município de Piracicaba, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural), e tem o patrocínio prata da Caterpillar e o patrocínio bronze da Comgás.

Desde março de 2021, a orquestra mantém as apresentações da temporada na internet, para evitar aglomerações e preservar os músicos e plateia da pandemia da Covid-19. “Em 2020, a OSP fez apenas quatro concertos presenciais e, por seis meses, desenvolveu suas ações virtuais. Manteremos este formato este ano, enquanto os índices de contágio não diminuírem e à espera que a vacinação da população avance”, lembra André Micheletti, professor de música da USP de Ribeirão Preto e diretor artístico associado da OSP.

A apresentação deste domingo tem um significado ainda maior para os 55 músicos da OSP, maestro e equipe técnica. No último dia 25, o violista Raphael Fernandes, de 26 anos, faleceu de complicações da Covid-19. Ele integrava o elenco da orquestra desde 2015. “É um momento de luto para todos e não poderíamos deixar que esse concerto fosse em homenagem ao Raphael”, lembra o diretor artístico associado. Em 1ª de maio, Dia do Trabalhador, quando o Brasil alcançou 400 mil mortos pelo novo coronavírus, a OSP apresentou “Rosa”, de Pixinguinha, em homenagem aos trabalhadores da Saúde que atuam na linha de frente da Covid-19.

O convite para que o jovem tenor Jean William atuasse como solista da apresentação se deu pela identificação com a cidade, diz o maestro Jamil Maluf: “em todas as suas apresentações com a orquestra, tivemos um retorno excepcional, o que demonstra que além de talento, possui um forte carisma com o público piracicabano”. Natural de Barrinha, interior de São Paulo, Jean William já se apresentou para milhões de pessoas durante a visita do papa Francisco ao Brasil, em 2013. Ele cantou na França, Itália e Índia e frequentemente tem acompanhado a Orquestra Bachiana Filarmônica Sesi, conjunto regido pelo maestro João Carlos Martins.

Mais conhecida por integrar a trilha sonora da animação Shrek, em 2001, “Hallelujah” é uma composição repleta de curiosidades e sua letra fala sobre sobre fé e espiritualidade. Lançada em 1984 pelo compositor canadense Leonard Cohen, só ganhou projeção dez anos depois, na voz de Jeff Buckley. Ela possui mais de 300 versões, em diversas linguagens. Antes do final de 2008, vendeu 5 milhões de cópias.

Este é o primeiro de seis concertos programados pela OSP com recursos provenientes da subvenção municipal, vindos da Secretaria Municipal da Ação Cultural. As apresentações anteriores aconteceram por meio de patrocínio via ProAC (Programa de Ação Cultural), do Governo do Estado de São Paulo. “Originalmente, a nossa subvenção prevê concertos presenciais. Graças à sensibilidade do secretário da Ação Cultural, Adolpho Queiroz, após aval da Procuradoria Geral do Município, manteremos o formato on-line, que entendeu a importância, ainda, de seguirmos desta forma”, completa André Micheletti, ao reforçar que a captação de recursos para a temporada, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, permanece aberta.

No acervo do YouTube, Facebook e Instagram da OSP é possível conferir as apresentações da Temporada 2021, compostas por obras de Mozart, Georges Bizet, Edvard Grieg, Antonín Dvořák, Alberto Nepomuceno, Giovanni Gabrieli, Gilberto Gagliardi, Joseph Haydn e Beatles.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE