Dengue. Piovezan tem trabalho mostrado em TV da Coréia

Santa Bárbara d’Oeste, referência para o mundo! O trabalho de combate ao mosquito Aedes (Stegomyiaaegypti no Município – coordenado pelo prefeito Rafael Piovezan- foi exibido nesta quinta-feira (19) em um documentário internacional pela KBS (emissora pública nacional da Coreia do Sul, uma das maiores redes de TV do Mundo), com produção da Gongzakso, direção de Jin Hyuk Kim.

Em maio, a equipe do documentário no Brasil, formada pela diretora Lygia Barbosa da Silva, (responsável por documentários na Netflix, National Geographic, TV Cultura, entre outros), pelo produtor e roteirista Raphael Scire e pelo diretor de fotografia Paulo Gambale | Maká, visitou Santa Bárbara d’Oeste para a captação de imagens e depoimentos sobre a prevenção à dengue, zika, chikungunya, febre amarela urbana e outras doenças, somada às ações de geração de renda por meio de cooperativas de reciclagem no Município.

O trabalho foi considerado como case de sucesso para o Mundo e será retratado como referência no documentário que também reunirá experiências de outros lugares do Planeta Terra, como Coreia do Sul e Rússia.

“Tudo começa com um pedido do outro lado do Mundo. Temos parceiros produtores na Coreia do Sul, que desenvolvem um documentário sobre as questões dos mosquitos, zoonoses e mudanças climáticas. Existe um estudo global que está em andamento, que olha para os mosquitos e as doenças transmitidas por eles. Nos conectando com uma rede no Brasil, iniciamos a busca por um trabalho relevante. E assim começamos a conversar com cientistas que atuam na área, chegando ao projeto de vocês, recomendado como sério e relevante, que deveria ser registrado para o Mundo”, comentou a diretora Lygia Barbosa da Silva.

Entre os locais de captação de imagens estiveram ruas e residências do Município, a cooperativa “Juntos Somos Fortes” e o laboratório do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses). E entre os entrevistados, esteve o prefeito de Santa Bárbara d’Oeste, Rafael Piovezan, pós-doutorado em Zoologia, pela Unesp (Universidade Estadual de São Paulo), professor da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo) e 1º autor do estudo “Spatial–temporal distribution of Aedes (Stegomyia) aegypti and locations of recycling units in southeastern Brazil”.

A pesquisa abordada no documentário analisa a relação da infestação do Aedes aegypti com os locais que acumulam materiais recicláveis para comercialização em nossa cidade, demonstrando a importância das políticas públicas nas questões de resíduos sólidos e suas relações com a saúde da população. O trabalho colocado em prática no Município se baseia em um amplo estudo que foi publicado na Parasites & Vectors, revista científica do grupo Nature, que tem um dos maiores impactos na comunidade de pesquisadores da área.

“Esse importante trabalho ocorre graças à participação de grandes pesquisadores, com por exemplo a Dra. Maria Anice Mureb Sallum, que é um dos maiores nomes do mundo na pesquisa de vetores. Nós vamos ser exemplo de ações bem planejadas e colocadas em prática pela gestão pública. Santa Bárbara d’Oeste será a referência do Brasil para o Mundo e isso demonstra que o caminho que temos traçado, com seriedade nas políticas públicas e na construção da ciência em nossa cidade, é o caminho certo, utilizando a ciência como um conteúdo fundamental para a melhoria da qualidade de vida do barbarense, do brasileiro e de qualquer habitante do Globo”, acrescentou Rafael Piovezan.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE