Petista polêmico depõe na CEI da Forty

Cinco testemunhas foram ouvidas, hoje (30), pela Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Forty. No período da manhã foram ouvidos Fábio Barrichelo e Paulo ???Marreta???. Em 2012, no segundo período em que Luis Vanderlei Larguesa assumiu a Prefeitura, Barrichelo atuava como fiscal da varrição, enquanto ???Marreta??? era o responsável pelos ecopontos. 
No período da tarde foram ouvidos Diego Rodrigues de Souza, que atuou interinamente como Secretário de Meio Ambiente durante o governo de Mário Heins, o servidor municipal Nilton Costa e o ex-secretário de Governo durante a gestão de Larguesa, Antônio Salustiano Filho.
De acordo com Giovanni Bonfim, presidente da CEI, apenas mais uma testemunha será ouvida na próxima semana, com a convocação de Mario Almussa, que durante o governo Mário Heins era o responsável pelo aterro sanitário. Para o parlamentar, a comissão já possui elementos suficientes para a redação do relatório final, que posteriormente deve ser encaminhado ao Ministério Público.A CEI analisa denúncia feita por Walter Jorge Paulo Filho, dono da Forty Engenharia, a respeito da modificação da ordem de pagamentos da Prefeitura e da mudança da competência de contratos da Secretaria Municipal de Obras para a de Meio Ambiente. Segundo o denunciante, essas mudanças, realizadas pelo então prefeito em exercício Luis Vanderlei Larguesa, tinham o objetivo de prejudicar a empresa.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE