PCB renasce em Americana

O Partido Comunista Brasileiro nas ultima décadas vem passando por um processo de reorganização e reconstrução revolucionária em todo Brasil. Depois da queda da experiência socialista na União Soviética vários foram os desafios enfrentados para manter o PCB organizado e principalmente em luta. A propaganda da morte das ideologias e a dita vitória do capitalismo sobre o comunismo assombrou a classe trabalhadora em todo mundo e colocou fim em uma série de experiências de luta de classe que foram construídas ao longo do ultimo século. Nesse cenário o PCB decidiu manter-se firme na defesa dos trabalhadores e na luta pela construção de uma outra sociedade, uma sociedade comunista.
O fim do século XX e o início do século XXI deixaram bem claro que a luta pela superação do atual modo de organização política e social é uma necessidade histórica. Assim, o Partido Comunista Brasileiro, após várias ações que tentaram liquidá-lo na passagem dos anos 80 para os 90, vem consolidando sua reconstrução em todo o Brasil e já conta com várias bases constituídas no Estado de São Paulo. Há alguns anos retomou sua atuação em Campinas e recentemente em Americana. Avaliamos que essa reconstrução é fundamental, pois o Capital destruiu e vem destruindo cada dia mais os recursos naturais do planeta colocando a humanidade a beira de um colapso. Intensificou a exploração aos trabalhadores maximizando os lucros da empresas e dos conglomerados financeiros e endividando cada vez mais a população. Promoveu o distanciamento das pessoas das decisões políticas transformando os parlamentos burgueses em balcão de negócios. Sucateou os serviços públicos de saúde e educação estimulando o crescimento dos serviços privados nesses setores. Promoveu uma grande expropriação de terra no campo em favor do latifúndio e do agronegócio levando ao inchaço das grandes metrópoles. Em suma o modelo econômico está destruindo o planeta e massacrando todos nos trabalhadores.Em nossa cidade esse quadro não é diferente. Trocam-se os burgueses de plantão, mas a decisões políticas continuam nas mãos de uma minoria que diz representar os interesses de todos. Tenta se criar o argumento de que a crise é administrativa e financeira, quando na verdade a crise é do modelo econômico e político. A crise é do envelhecimento do capitalismo que cada vez mais precisa sugar e destruir, mas também é da ausência, ainda, de uma organização massiva dos trabalhadores para tomar o poder de suas vidas novamente em suas mãos.Diante de tudo isso, a Base do PCB Americana se reorganiza como forma de potencializar e contribuir nas lutas dos trabalhadores e de todos os movimentos classistas da cidade e do campo. A proposta é dialogar de uma forma mais ampla com as demais organizações e pessoas atuantes no município e região que estejam identificadas com a luta anticapitalista, estabelecendo-se ao mesmo tempo, localmente, na conformação da frente de esquerda, uma construção histórica em marcha para mudar o rumo do país em favor da classe trabalhadora. Formação política, organização de trabalhadores, bem como mobilizações afirmativas de bens e serviços essenciais à vida como direitos e não mercadorias, são áreas de contribuição nas quais o PCB desde já se coloca à disposição.Viva a luta dos trabalhadoresViva ao PCB

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE