Patrocínio acusa Chocolate de perseguição

 Minha aposentadoria foi concedida com base em duas Leis Municipais. (Artigo 145, III, “a” da Lei nº 2.444, de 28 de novembro de 1990, combinado com o artigo 289 da Lei Municipal n° 5.110, de 23 de novembro de 2010).Esta última Lei, aprovada na Câmara, justamente no mandato do Vereador Paulo Chocolate. Leis Municipais em vigor e perfeitamente válidas.Requeri minha aposentadoria em Fevereiro de 2014, quando completei 32 anos de serviço público municipal.A Lei permite aposentadoria com 35 anos de serviços (integral) ou 30 anos (proporcional).Desarquivaram o meu processo em um dia e no outro já tinham sido exarados todos os pareceres determinando a suspensão.Não tive nenhum direito de defesa!Depois de trabalhar por 32 anos na Prefeitura, tendo passado por 5 Prefeitos, estou sendo vítima de uma perseguição política sem precedentes!Irei até o fim na defesa dos meus legítimos direitos.Esta é a marca da Administração Paulo CHOCOLATE: Perseguição Política de Servidor Concursado!Muito obrigadoJose Antonio Patrocínio

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE