Passou o reveillón abusando da enteada

Imagem ilustrativa Uma adolescente de 14 anos acusa o padrasto de estupro durante a madrugada desta quarta-feira (1o), em um imóvel no bairro Cidade Jardim II, em Americana. Equipe da Polícia Militar- soldados Constante e Fanti- foi até a rua dos Girassóis averiguar uma denúncia feita pelo pai da adolescente.
No local, a vítima contou aos agentes que devido ao calor foi dormir em um sofá na sala, por ser o único cômodo com ventilador. A mãe e o padrasto dormiam em um colchão no chão ao lado e durante a madrugada, a adolescente teria sido acariciada nas pernas pelo homem.
Ela disse que pegou uma coberta com o intuito de cessar as carícias, mas o padrasto teria insistido, chegando a introduzir o dedo em suas partes íntimas. A vítima se levantou e ligou pro ex-namorado contando o que aconteceu. O rapaz, em seguida, ligou para o pai dela que acionou a polícia.
O padrasto negou as acusações e disse que a adolescente sofre de depressão e ansiedade, e inclusive faz uso de medicamentos para tratar esses transtornos. Os fatos foram apresentados na Central de Polícia Judiciária (CPJ) e a vítima encaminhada ao Instituto de Criminalística de Americana. Na unidade, a menor foi examinada e o laudo pericial não constatou indícios de violência sexual.
Ainda segundo a PM, um boletim de ocorrência referente ao crime de estupro de vulnerável (Art. 127) foi registrado e o homem liberado para responder pela infração em liberdade.
Após PolicialPadrao.com.br

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE