Parque Ecológico faz balanço de obras

Considerado um dos principais pontos turísticos de Americana, o Parque Ecológico Municipal ???Eng. Cid de Almeida Franco??? recebeu diversos melhoramentos durante 2016. Com obras de revitalização e novos recintos, o Zoo busca manter-se mais atrativo para um público anual estimado em 450 mil visitantes. Cerca de 480 animais de 100 espécies vivem em cativeiro em uma área de 120 mil m2, localizada no Jardim Ipiranga.

A revitalização e reforma do recinto da irara melhoraram as condições do ???habitat???. O local ganhou pintura, impermeabilização da cobertura, limpeza da vegetação no entorno, reforma do abrigo, ajardinamento e areia.
Os felinos também saíram ganhando com as melhorias. No recinto dos tigres foram trocados os portões e nova pintura foi feita na tela da área de exposição, enquanto que no recinto dos leões novos portões reforçaram a área de segurança e cambeamento. Outra novidade é a construção de baias em alvenaria na área dos containeres de lixo, além de acesso restrito por portões e tela. Além disso, foram construídos  setores de cunicultura (criação de coelhos) e reprodução de aves. Também os prédios do quarentenário, cozinha de nutrição animal, biotério e o Núcleo de Educação Ambiental ganharam  pintura e outros melhoramentos. Um recinto de 160 m2 inaugurado no dia 12 de outubro último, dia do aniversário do Zoo, tornou-se a nova moradia das espécies quatis e mão-pelada. Para facilitar a visualização pelos turistas, a área foi fechada em vidro laminado. Um paisagismo externo deixou o local mais bonito. A direção do Parque também reformulou e substituiu todos os painéis de comunicação visual instalados na área de visitação e revitalizou a portaria e o prédio da administração. Serviços de drenagem realizados pela Secretaria de Obras e Serviços Urbanos no Córrego do Parque, contribuíram para melhorar a infraestrutura  local. O trabalho consistiu na construção de galeria de águas pluviais em gabião (pedras), impermeabilização do leito do córrego, acertos das margens, guias, escoadouros e remodelação do passeio público.
No lago da ariranha foi construído um extravasor com registro para eventual esvaziamento. E está em fase final a recuperação do recinto para reintroduzir a ariranha no lago. Já o grande lago do Parque foi totalmente desassoreado, sendo executada, ainda, a correção de sua calha de escoamento e as  margens, totalizando 895 m2 de área trabalhada. Além disso, uma bomba captadora e um canhão aspersor de água, com alcance de 40 metros, foram instalados às margens do grande lago. Os equipamentos têm a função de oxigenar a água.
 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE