Para abastecer com gás natural tem que sair do carro

Os vereadores de Sumaré aprovaram durante a sessão da última terça-feira (21) o Projeto de Lei que proíbe, em postos revendedores de combustíveis do município, o abastecimento com Gás Natural Veicular (GNV) enquanto o motorista ou passageiros estiverem no interior do veículo. O PL nº 193/2019, de autoria do vereador Dudú Lima (PPS), recebeu 18 votos favoráveis e segue para sanção do Executivo Municipal.
A proposta determina que o abastecimento com GNV não pode ser feito com o motor do automóvel ligado, com os faróis ou quaisquer equipamentos eletrônicos em funcionamento, ou com a presença de pessoas em um raio de três metros de distância dos cilindros de armazenamento, à exceção do responsável pelo abastecimento. Além disso, o porta-malas do veículo deve ser mantido aberto.
De acordo com Dudú Lima, ???o grande risco está quando as pessoas não saem do veículo para abastecê-lo. Além de infringir uma norma de segurança, colocam em risco a sua vida e dos passageiros que estão no automóvel??????, justifica.
A sinalização também é tema do projeto, que determina a obrigatoriedade da fixação de placas nos postos de combustível da cidade. Os avisos devem conter os dizeres de que ????? proibido o abastecimento de Gás Natural Veicular ??? GNV, enquanto houver pessoas no interior do veículo???, além do número da Lei Municipal em rodapé. ???A segurança do GNV depende da estrita observância às normas, inclusive na manutenção e durante o abastecimento. Apesar de bastante seguro, o abastecimento de veículos movidos a Gás Natural Veicular em postos de combustíveis requer alguns cuidados, assim como qualquer outro combustível???, ressalta o vereador.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE