Papa expulsa padre bolsonarista por abuso de freiras

 Papa expulsa padre bolsonarista por abuso de freiras

O Papa Francisco excomungou o padre goiano Jean Rogers Rodrigo de Sousa, conhecido como padre Rodrigo Maria. Essa é a punição mais severa que a Igreja Católica pode dar a um clérigo. As informações foram divulgadas pelo Vaticano nesta quarta-feira (20).
Padre Rodrigo Maria é acusado de estuprar pelo menos 11 ex-freiras e de ???lavagem cerebral???. Antes de ser excomungado, o padre brasileiro havia sido transferido para a Diocese de Ciudad del Este, no Paraguai. A expulsão do padre é o desfecho de uma investigação coordenada pela própria Igreja Católica contra o religioso, que já havia deixado rastros de suspeitas pelas dioceses por que passou.
Há um ano, o padre já havia sido suspenso de cerimônias e proibido de usar seu hábito até o fim da investigação. Meses depois, o jornal Folha de S.Paulo conseguiu contato com o religioso, que negou as acusações e disse ser alvo de ???calúnia por 11 mulheres???.
Durante a campanha eleitoral, que antecedeu as eleições de 2018, ele divulgou um vídeo no qual pede votos para Jair Bolsonaro, por ser ???o único candidato que combate o comunismo e é contra a ideologia de gênero e a política LGBT???.

Relacionados

Leave a Reply