Panobianco Academia projeta chegar a 150 unidades em 2020

Em 2012, ano pré-crise, três jovens empreendedores, decidiram abrir uma academia de baixo custo na periferia de Campinas, no interior de São Paulo. O foco era o público residente em áreas afastadas do centro da cidade e com grande densidade populacional, carente de um serviço de qualidade. Três anos mais tarde, uma segunda unidade da Panobianco Academia seria inaugurada no Distrito do Ouro Verde, também em Campinas, com o objetivo de validar um plano de negócio atualizado para franquias.

Em plena crise do País, em 2016, o modelo familiar começou chamar a atenção de interessados e começava, então, a nascer a Rede Panobianco, com a inauguração da unidade de Hortolândia, na Região Metropolitana de Campinas (RMC). Quatro anos depois, se transformou a maior do Brasil no segmento em sistema de franquias.
“A abertura de Hortolândia chamou a atenção das pessoas da região de Campinas, interessadas em investir neste segmento, mas sem experiência no mundo dos negócios. Desde então, não paramos de crescer”, conta André Panobianco, sócio diretor da rede.

A Academia Panobianco chega em 2020 com um total de 87 unidades, sendo 54 já em operação e outras 33 em fase de implantação em cidades do interior de São Paulo e a primeira fora do Estado, em Maringá, no Paraná. “Mesmo com a crise, a Panobianco conseguiu despertar o interesse de investidores”, conta André. “E 2020 será um ano de forte expansão. Projetamos chegar ao final de dezembro com cerca de 150 unidades em vários estados”, acrescenta.
O educador físico e sócio da rede conta que alguns diferenciais da Academia Panobianco que têm atraído investidores, como baixo custo para abertura de uma unidade, taxa de retorno sobre o capital investido, além de ser um dos segmentos que mais tem apresentado crescimento no país.
Atualmente, somente cerca de 5% dos brasileiros frequentam uma academia, enquanto que em países como os Estados Unidos este percentual passa de 15%, dado este que revela o grande potencial de mercado existente para expansão nos próximos anos.

“Grande parte desse público alvo está nas periferias das grandes metrópoles e em cidades de pequeno e médio porte. Ele está disposto a investir em saúde e qualidade de vida, mas busca preço acessível e qualidade, itens que decidimos priorizar em nosso projeto desde o inicio, em 2012”, explica André Panobianco.

As 54 unidades da rede em funcionamento empregam hoje cerca de 800 pessoas. Até o final do ano, deverão ser gerados mais de 1,4 mil novos postos de trabalho.

INVESTIMENTO

Segundo André Panobianco, um dos segredos do sucesso da Academia Panobianco é o modelo de negócio já testado e aprovado pelos franqueados. “Isso traz maior confiança para quem deseja investir em uma área em franca expansão”, acredita.

De acordo com ele, o investimento necessário para abertura de uma Academia Panobianco parte de R$ 300 mil ??? valor considerado baixo quando comparado aos concorrentes. O custo varia de acordo com o ponto escolhido pelo franqueado e os investimentos necessários para as obras. “O tempo médio de retorno do investimento está em 18 meses, mas temos exemplos onde este tempo foi bem menor’, revela o empresário.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE