Palmeiras vence e vai pra ponta

Não valeu a classificação para uma final, como aconteceu na última quarta-feira.
Mas o Palmeiras conseguiu uma vitória importantíssima contra o Cruzeiro. Mesmo reservas dos dois lados, Felipão e Mano Menezes disputaram um respeitável duelo. Marcado por toda a rivalidade dos dois confrontos pela semifinal da Copa do Brasil.
Só que, desta vez, a vitória ficou com Scolari. Gols de Lucas Lima e Hyoran, com Mancuello descontando para os mineiros.
Com toda justiça, o Palmeiras venceu por 3 a 1 e assumiu a liderança do Brasileiro, com 53 pontos, consolidando uma arrancada fantástica. O Cruzeiro, focado na Copa do Brasil e na Libertadores, segue estagnado em sétimo.
Os palmeirenses são líderes absolutos no segundo turno. Conquistaram 20 pontos nos 24 pontos possíveis. 
Mas o ponto vergonhoso ficou para a arbitragem.
A incompetência dos juízes brasileiros veio à tona. Em um lance claríssimo. De nada adiantou Scolari e Mano insistirem para seus jogadores não entrarem em confronto, depois da briga generalizada no final do jogo de quarta-feira, no Mineirão. Com o simbólico soco de Sassá em Mayke.
O Palmeiras vencia a partida por 1 a 0, graças a um gol de Lucas Lima, aos 25 minutos, em um chute forte que desviou em Ariel Cabral. O jogo seguia tenso, vibrante, disputado. Mas sem problemas disciplinares.
Até que, aos 28 minutos, o zagueiro Gustavo Gómez errou o tempo de bola. Não acertou a cabeçada. E para ela não escapar para Raniel, apelou. E cortou a bola com o braço. ?? altura da meia-lua, bem longe do interior da área. 
Mas de maneira inacreditável, Dewson Fernando Freitas da Silva marcou pênalti. Foi traído por seu auxiliar Hélcio Araújo Neves, mal colocado, se confundiu. 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE