Edit

Palmeiras sapeca Bahia e mira topo

Embalado, o Verdão voltou a somar três pontos no Campeonato Brasileiro visando permanecer junto ao pelotão que ocupa a parte de cima na tabela, para, assim, se manter vivo na briga pelo título até a reta final do torneio. Com o triunfo por 3 a 0 – gols de Willian, Raphael Veiga e Rony, todos no primeiro tempo, o Palmeiras foi a 41 pontos (em 24 jogos) na tabela e, desta forma, dorme no G4 do Nacional, atrás só do Flamengo (3º, com 43 pontos em 23 partidas – joga pela rodada no domingo, quando recebe o Santos no Maracanã), do Atlético-MG (vice-líder, com 46 pontos em 25 duelos – já jogou pela rodada, vencendo por 1 a 0 do Athletico, fora de casa) e do líder São Paulo (50 pontos em 24 jogos – entra em campo pela rodada no domingo, diante do Corinthians, fora de casa). Podem ultrapassar o Alviverde em caso de vitória ao final da rodada o Grêmio (atual 5º colocado, com 40 pontos em 23 jogos) e o Fluminense (6º, com 39 pontos em 24 partidas) – ambos jogam fora de casa neste domingo, diante do Goiás e do Vasco, respectivamente.

Clique aqui para ver a ficha técnica, estatísticas e tudo sobre o jogo!

Em seu retrospecto recente no Brasileirão, aliás, o Palmeiras vem de bons resultados, tendo engatado quatro vitórias seguidas desde 25 de outubro: superou Atlético-GO (3 a 0 fora, em 25/10), Atlético-MG (3 a 0 em casa, 02/11), Vasco (1 a 0 fora, 08/11) e Fluminense (2 a 0 em casa, em 14/11); depois, tropeçou para o Goiás, porém fora de casa (revés por 1 a 0 em 21/11); voltou a vencer, superando o Athletico-PR, por 3 a 0, em casa (28/11); em seguida, empatou com o Santos na Vila Belmiro (2 a 2) e, agora voltou a vencer, superando o Bahia no Allianz Parque. Portanto, são seis vitórias nos últimos oito jogos disputados do Brasileirão, além de um empate, uma derrota 17 gols marcados e apenas três sofridos neste período.

Com os gols marcados, o Verdão manteve uma sina que faz dele o segundo time que balança as redes em mais jogos do Brasileiro 2020, sendo, portanto, o segundo que menos jogos passa em branco neste Brasileirão, juntamente com o Atlético-MG. A equipe fez gols em 21 de suas 24 partidas até o momento, um aproveitamento de 87,5% – o líder do ranking é o São Paulo, que marcou em 22 de suas 24 partidas, com aproveitamento de 91,6%.

Além disso, com os três pontos somados nesta noite, o Palmeiras aumentou vantagem em outro ranking: é o segundo clube com mais pontos nas últimas três edições, pois, desde 2018, ano em que decacampeão brasileiro, o Verdão conquistou 195 pontos, ficando logo à frente do Internacional, com 165, e atrás somente do Flamengo, atual campeão, com 204.

O retrospecto do ataque também se tornou ainda mais favorável. O Palmeiras anotou agora 40 gols em seus 16 jogos mais recentes, registrando ótima média de 2,5 tentos por duelo. No total das 55 partidas do ano, em apenas dez o Verdão passou em branco no placar – desde a conquista do título paulista sobre o Corinthians, foram disputados 35 jogos (sendo 24 de Brasileiro, sete de Libertadores e quatro de Copa do Brasil, além da decisão estadual), e a equipe só não marcou gol em quatro.

E como é um time que sofre poucos gols, a exemplo de hoje, que mais uma vez passou ileso no placar adverso, no geral da temporada, a média de 0,69 gol sofrido por partida de campeonato (37 gols em 53 jogos, sem contar torneios amistosos) coloca o Maior Campeão do Brasil na primeira posição entre os clubes com menor índice de gols sofridos no ano, superando o Grêmio, com 0,74 (40 gols em 54 jogos).

Como sofre poucos gols, o Palmeiras, consequentemente, também perde pouco. Com isso, ostenta, de quebra, outra curiosa estatística: excluindo amistosos e torneios amistosos e somando todas as partidas de campeonato disputadas pelos participantes da Série A na temporada 2020, o Palmeiras é o clube com o menor número de derrotas no ano (sete) e possui também o menor percentual (13% – sete revezes em 53 jogos – contra 14,8% do segundo colocado Grêmio – oito em 54).

No cenário mandante, o Alviverde também se destaca pelos números extremamente favoráveis. Em casa, o time tem o segundo melhor aproveitamento de pontos como mandante em 2020. Somando as partidas realizadas na Arena da Fonte Luminosa (Palmeiras 0x0 São Paulo, pelo Paulista), no Pacaembu (Palmeiras 4×0 Oeste, pelo Paulista) e no Morumbi (Palmeiras 2×1 Santos, pelo Brasileiro), além das que foram disputadas no Allianz Parque, são 27 jogos, 18 vitórias, sete empates e duas derrotas, com 58 gols marcados e 17 sofridos – aproveitamento de 75%. O líder no quesito é o Atlético-MG, com 77,7% (21 jogos, 15 vitórias, quatro empates e duas derrotas). Palmeiras, Atlético-MG e São Paulo são também os times que menos perderam em casa nesta temporada, com duas derrotas cada.

Só no Allianz Parque, são 24 jogos, 16 vitórias, seis empates e duas derrotas, com 52 gols marcados e 16 sofridos neste ano.Venceu Mirassol (3×1 – inauguração do gramado sintético), Guarani (1×0), Água Santa (2×1), Santo André (2×0) e Ponte Preta (1×0), pelo Paulista; Guaraní-PAR (3×1), Bolívar-BOL (5×0), Tigre-ARG (5×0) e Delfín-EQU (5×0), pela Libertadores; Ceará (2×1), Atlético-MG (3×0), Fluminense (2×0), Athletico-PR (3×0) e Bahia (3×0), pelo Brasileiro; e Red Bull Bragantino (1×0) e Ceará (3×0), pela Copa do Brasil; empatou com Ferroviária (1×1) e Corinthians (1×1), pelo Paulista; e Goiás (1×1), Internacional (1×1), Sport (2×2) e Flamengo (1×1), pelo Brasileiro; os únicos reveses aconteceram diante do São Paulo (0x2) e do Coritiba (1×3), ambos pelo Brasileiro – aproveitamento de 75% na arena.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE