Palmeiras bate Grêmio fora. Timão e Santos ficam no 1-1

Keno, Miguel Borja, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa. Jogadores que fariam falta para qualquer time brasileiro, mas que tiveram a ausência muito bem suprida pelo Palmeiras. Contra o Grêmio, apesar dos desfalques, a equipe de Roger Machado fez o jogo mais consistente da temporada.
Antônio Carlos, suspenso, era baixa certa diante do Tricolor. Edu Dracena, porém, foi poupado de última hora por conta de desgaste muscular. Assim, Thiago Martins e Luan foram os titulares.
???Não tínhamos a nossa dupla de zaga, e Luan e Thiago também sustentaram maravilhosamente bem. ?? um grupo forte, bem treinado???, afirmou o técnico Roger Machado.

CLÁSSICO RUIM PROS DOIS– No clássico em que Corinthians e Santos buscavam afirmação no Campeonato Brasileiro e apostavam as suas fichas nas joias da base Pedrinho e Rodrygo, quem fez a diferença foi um centroavante experiente e um velho conhecido do time da Baixada Santista. O empate por 1 a 1, nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela 10.ª rodada, não foi bom para nenhuma das equipes e manteve as dúvidas sobre o que esperar dos dois times.
Com o resultado, o técnico Osmar Loss chegar ao quinto jogo no comando do Corinthians, tendo apenas uma vitória, um empate e três derrotas. Jair Ventura, no outro lado, continua balançando no cargo. Entre Pedrinho e Rodrygo, nenhum deles chegou a brilhar, mas ambos protagonizaram lances de extrema habilidade. O corintiano de 20 anos deixou três para trás e bateu para uma bela defesa de Vanderlei. Logo em seguida foi a vez do santista de 17 mostrar seu cartão de visita e também obrigar Walter a se esforçar para evitar o gol.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE