Pague Menos vê expansão pra todo estado com e-commerce

Desde que inaugurou o e-commerce, em janeiro deste ano — com abrangência em apenas três cidades da região de atuação (Americana, Nova Odessa e Sumaré) — a Rede de Supermercado Pague Menos não parou mais de expandir o comércio eletrônico e, agora, atende não somente as cidades onde tem lojas, mas todo o Estado de São Paulo, incluindo a capital e o litoral. “A pandemia de Covid-19 mudou o patamar do e-commerce supermercadista. Tivemos que agir rapidamente na ampliação de atendimento on-line para atender à demanda dos consumidores, que migraram para compra digital. Com isso, costumo dizer que avançamos três anos em três semanas, o que favoreceu um crescimento exponencial à rede, proporcionando ótimos resultados”, explica Diego Cicconato, Gerente de Marketing e Inteligência de Mercado da rede.

Segundo ele, a expansão para todos os municípios paulistas foi impulsionada pela percepção da necessidade dos consumidores de muitas cidades do estado de São Paulo, que ainda não contavam com um e-commerce supermercadista estruturado. “Apesar de o comércio presencial se manter com grande movimento e crescimento, acreditamos que essa tendência de compras on-line se demonstra irreversível — uma mudança que veio num momento difícil para todos —, mas que trouxe benefícios para nossa empresa. Com o aumento das compras via internet, atualmente o número de consumidores no nosso e-commerce só evolui dia a dia, o que reforça nossa proposta de expansão e digitalização da rede”.

Cicconato explica que os investimentos em comércio digital é uma tendência no setor e não deve parar, pois mesmo com todo o crescimento exponencial neste ano, ainda tem muito para crescer no Brasil, e é fundamental uma adequação a essa nova realidade. “Temos fidelizado novos consumidores — incluindo os idosos e aqueles que têm dificuldade com sistemas on-line — com facilidade, também devido ao nosso sistema de comércio eletrônico, que é simples de usar. No projeto de vendas on-line, buscamos a melhor maneira de atender nossos clientes rapidamente, sem grandes dificuldades de navegabilidade. Com eficiência nas buscas, eles encontram os produtos mesmo se a grafia for digitada com erros. Tudo foi pensado de forma que facilite também o uso de qualquer tipo de celular, mesmo para quem tem um smartphones com conectividade 3G”, detalha.

Para a compra via e-commerce em municípios paulistas, onde não há uma loja física da Rede de Supermercado Pague Menos, há algumas particularidades: não são vendidos produtos perecíveis e pesáveis, a forma de pagamento é apenas por cartão de crédito e o tempo de entrega varia de acordo com a distância do município. “Trabalhamos com uma transportadora terceirizada para agilizar as entregas dos pedidos em todo estado de São Paulo”, esclarece Cicconato.
A rede supermercadista também reforçou o atendimento no SAC, com objetivo de facilitar o esclarecimento de dúvidas dos consumidores, e para melhorar o relacionamento com os clientes, a empresa também investe em conteúdo atrativos no canal. “Recentemente lançamos duas novas páginas no e-commerce, com receitas em vídeos e texto, onde oferecemos a possibilidade de a pessoa comprar os ingredientes na mesma página. Além disso, foi desenvolvida uma ferramenta para lista de presentes de chá de bebê, sem que a gestante precise sair de casa, além disso ela pode compartilhar a lista com amigos e familiares”, descreve.

“O grande respaldo para hoje ampliarmos nossas vendas, tanto fisicamente como por meio do e-commerce, se deve especialmente ao novo Complexo Administrativo e Logístico da Rede de Supermercado Pague Menos, em Santa Bárbara d’Oeste, onde o nosso Centro de Distribuição já funciona normalmente. Em breve, a sede administrativa — que atualmente fica em Nova Odessa — também será transferida para o local. “Com investimento de R$ 150 milhões e 200 mil metros quadrados de área total, a nova planta permitirá atender as 28 lojas atuais e ainda garantirá o arrojado plano de expansão para os próximos anos, sendo um marco nos 31 anos de história da rede — completado neste mês de julho de 2020”, finaliza Diego Cicconato.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE