Padre Sérgio quer fim do agrotóxico ‘anti abelha’

O vereador Professor Padre Sergio (PT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei em que propõe a proibição da venda e do uso em Americana de agrotóxicos que contenham Clotianidina, Tiametoxam e Imidaclopride em sua composição.
De acordo com o parlamentar, os produtos foram banidos na União Europeia em 2013 por serem responsáveis pela morte em massa de abelhas. ???Os neonicotinoides são uma classe de inseticidas derivados da nicotina. Algumas dessas substâncias químicas tiveram o uso proibido na União Europeia e em vários outros países, após estudos evidenciarem correlações dos produtos aplicados nas lavouras com a grande mortandade de abelhas no mundo. Pesquisas ainda comprovam que muitos polinizadores não são capazes de distinguir a presença destes três tipos de agrotóxicos comumente utilizados na agricultura e, portanto, não conseguiriam evitá-los, por isso desejamos bani-los do território americanense???, explica. Ainda de acordo com o vereador, a importância das abelhas para os ecossistemas agrícolas justifica a proibição do uso do agrotóxico. ???Estima-se que cerca de 40% das culturas produzidas pelo ser humano e 73% das espécies vegetais cultivadas no mundo dependam das abelha. Assim como a nicotina atua nos humanos, os neonicotinoides afetam o sistema nervoso dos insetos. A exposição a eles pode prejudicar as funções motoras dos polinizadores, o que afeta diretamente a capacidade de captar alimento e de se reproduzir, colocando em risco a própria sobrevivência das colônias???, acrescenta Padre Sergio. A propositura estipula, a quem for flagrado descumprindo a lei, a aplicação multa de R$ 102.800,00 e apreensão dos agrotóxicos. O projeto de lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para sua tramitação, será discutido e votado pelos vereadores em plenário, durante sessão ordinária.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE