Padre quer lei ‘Maria da Pet’ em petshops

O vereador Professor Padre Sergio (PT) protocolou na secretaria da Câmara Municipal de Americana um projeto de lei que pode ser apelidado de ‘Maria da Pet’, porque obriga pet shops, clínicas e hospitais veterinários comunicarem ao poder público a constatação de indícios de maus-tratos em animais atendidos nestes estabelecimentos.

De acordo com a proposta, a comunicação deverá ser feita por meio de ofício físico ou digital (denúncia por escrito podendo ser por e-mail), informando nome, endereço e contato do acompanhante do animal presente no momento do atendimento. Os estabelecimentos deverão também apresentar relatório do atendimento prestado, contendo espécie, raça e características físicas do animal, descrição da situação de saúde na hora do atendimento e os respectivos procedimentos adotados.

Segundo o autor, o objetivo é promover a criação de uma rede de colaboração entre a sociedade civil e o poder público no combate aos maus-tratos aos animais. “Em que pese a existência de inúmeras campanhas e ações voltadas ao combate de maus-tratos promovidas por diversas ONGs e grupos de defesa animal, ainda é frequente a crueldade, bem como as situações de abandono, o que evidencia que há muito a ser feito nesse sentido”, defende Padre Sergio.

O projeto de lei será encaminhado às comissões pertinentes e, não havendo impedimento legal para sua tramitação, será discutido e votado pelos vereadores, em plenário, durante sessão ordinária.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE