Padre profeta divide católicos

Nesse fim de semana, um padre viralizou nas redes sociais ao criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), chamando-o de ‘bandido’, e dizendo que ‘quem votou nele deveria se confessar’. Era Edson Adélio Tagliaferro, daIgreja Matriz Nossa Senhora das Dores, que fica em Artur Nogueira, no interior de São Paulo. Esta terça-feira ele foi apelidado de Padre Profeta. Críticos do presidente elogiaram a postura do padre.

Leia Mais- Bolsonaro da positivo pra Covid

A fala foi emitida na última quinta-feira, mas se espalhou pela web dias depois. Nesse domingo, o religioso disse que o trecho foi tirado de contexto, mas voltou a externar sua insatisfação com Bolsonaro.

Na missa transmitida virtualmente nesse domingo, o padre, ao falar sobre o vídeo que viralizou na internet, afirmou que ‘não é apenas ele’ que não gosta do presidente, mas, sim, o mundo inteiro. Para o líder da paróquia, o Brasil é alvo de deboche no cenário internacional por causa de Bolsonaro.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE