Dente de baby shark? Entenda procedimento que bomba entre famosos

Quem descobre as técnicas dos laminados cerâmicos e alimenta o desejo de corrigir o próprio sorriso, geralmente tem por hábito pesquisar na internet. Aí, é comum se deparar com fotos de pessoas que tiveram os dentes bastante desgastados pelos dentistas que realizaram o tratamento, para colocar facetas de porcelana ou lentes de contato dental.  Casos de famosos como Simaria, da dupla com Simone, Mc Kevinho, e os humoristas Whindersson Nunes e Carlinhos Maia, logo aparecem na busca.

A sertaneja revelou que, durante um tratamento de tuberculose ganglionar, em 2018, quase perdeu todos os dentes. Em entrevista à revista Quem, ela contou que a doença não foi a causadora dos problemas bucais que surgiram, e sim, lentes de contato mal colocadas. “Não teve a ver com a tuberculose. Fazia tempo que eu precisava parar e arrumar os dentes”, revelou à uma revista de circulação nacional.  Ela acabou precisando fazer a troca das facetas e, ao retirar as lentes, estava com os dentes afilados. “Estou igual uma vampira, quando você arranca os dentes e fica só os fiapos. Se você me olhar sem dente você corre”, brincou ela.

Já o funkeiro Mc Kevinho, precisou trocar as lentes de contato após quatro anos de uso. Ao se ver com os dentes desgastados do procedimento antigo, ele se comparou com o personagem Baby Shark, um tubarãozinho de dentes bastante afiados, em publicação nas redes sociais. Após o episódio, o artista refez o procedimento com técnicas mais atuais e falou sobre o assunto também. “Galerinha, só pra avisar, esse desgaste no meu dente é de anos e anos atrás, hoje em dia para você colocar lente não desgasta quase nada”, disse Kevinho, à época em que renovou o sorriso.

É o que reforça a odontóloga Carla Rockenbach, da Venko Inteligência Odontológica. De acordo com ela, a maioria das pessoas não precisa de grandes desgastes para adequação da faceta. “Quando falamos em lentes de contato dental, já pensamos se vamos desgastar os nossos dentes. Na realidade, o que é necessário é uma adequação, ou seja, a remoção de áreas de retenção, aquelas bordas trincadinhas ou ângulos mais retos, ou o que impediria o assentamento das lentes de contato de forma passiva”, ressalta a dentista.

De acordo com Carla Rockenbach, o parâmetro de trabalho para desgastes nos dentes, atualmente, é de 0,2mm, definido previamente no fluxo digital. Esse método permite saber onde e como será feito o desgaste dos dentes.

Contudo, segundo ela, há casos que apresentam necessidade de adequar superfícies dos dentes que se encontram com problemas: sejam manchas e amarelamento, sejam camadas defeituosas de esmalte e dentina, ou sejam restaurações insatisfatórias anteriores. “Mas isso é exceção e não a regra”, conta a profissional.

A odontóloga reforça que a melhor forma de evitar desgastes desnecessários, é procurando um bom profissional e clínicas com aparato tecnológico para fazer um aprofundado planejamento sobre cada caso, de forma individualizada.

“A tecnologia é grande aliada quando se trata da colocação de facetas. Para um bom resultado, é preciso investir em locais e profissionais que estejam equipados com os melhores equipamentos para exames, verificação e diagnóstico, capaz de projetar digitalmente em um ambiente informatizado o modelo da sua arcada dentária, escaneada sob alta tecnologia, o que permite prever com precisão todo o trabalho que será realizado”, completa ela.

 

 

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE