Os Top3 TikTokers do Brasil

Isis Valverde, Tirullipa e Virgínia Fonseca são os Top3 Tiktokers do Brasil, segundo o voto popular do Prêmio iBest 2021. Além da votação aberta aos brasileiros, a Academia iBest também elegeu os Top3 pelo enfoque técnico, que são  Isis Valverde, Maisa Silva e Whindersson Nunes.  A votação popular para a escolha do vencedor irá até o dia 24 de outubro no site premioibest.com.

De acordo com relatório do App Annie, o TikTok foi o aplicativo mais baixado no mundo em 2020. Com vídeos de dancinhas até aulas rápidas, a plataforma com milhões de usuários conquistou anônimos e diversas celebridades. Somente Isis, Tirullipa e Virgínia somam mais de cinquenta milhões de seguidores no app, atestando que estes têm o domínio e interesse do consumidor, o que indica uma disputa acirrada pelo título de melhor na rede-sensação que mais tem crescido no país.

Acesse o site para saber mais sobre cada finalista.

“Embora seja muito fácil abrir uma conta e criar conteúdo no Tiktok, conseguir ser um dos melhores nesta rede é tarefa para quem realmente tem o dom da comunicação, que é o caso dos finalistas. Estamos vendo aqui a competição pela maior empatia e capacidade de relacionamento, e os finalistas são realmente os líderes nesta arte” afirma Marcos Wettreich, fundador e CEO do prêmio. “A competição pelo título de melhor do Brasil nunca esteve tão acirrada, como se pode atestar pelo grande envolvimento das empresas e influenciadores em todas as fases do iBest. É impossível prever quem será o vencedor aqui”, completa.

 

Os vencedores serão divulgados entre 08 e 12 de novembro e poderão utilizar por um ano a certificação de excelência iBest, que, diferentemente de outras premiações, tem sua seleção baseada em algoritmo próprio que pesquisa e quantifica milhares de iniciativas, apontando matematicamente os destaques de cada segmento. Em 2021, o iBest projeta mais de 10 milhões de votos únicos ao longo da edição.

História

 

O iBest foi realizado pela primeira vez em 1995 e aconteceu até 2008, período em que foi não somente o maior prêmio da internet do Brasil, mas também do mundo. Em 2003, foi adquirido pela Brasil Telecom (atualmente Oi). Em 2020, Marcos Wettreich assumiu, novamente, o controle da marca e relançou a premiação, ampliada e focada em todo o universo digital composto por sites, apps, e as redes sociais Youtube, Tiktok, Twitter, Linkedin, Twitch, Facebook e Instagram.

 

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE