Os ausentes nunca têm razão- A CPI dos gastos, por Eliel Miranda

O mundo sofre em meio a lágrimas e incredulidade. Choramos os nossos mortos e perguntamos até quando haverá distorção de todos os fatos relacionados à Covid-19. No Brasil a pandemia deflagrou antecipadamente o pleito de 2022, pré-candidatos a presidência da República e o próprio presidente, pré-candidato a reeleição, protagonizaram cenas vergonhosas.

Enquanto o povo amedrontado adoece e não sabe a quem segue, os desvios de verbas são noticiados, inclusive prefeitos e governadores já foram denunciados pelo Ministério Público. Estamos divididos no meio da guerra e não há um cenário de conciliação em vista, pois antes de reduzir o número de mortos por dia estamos assistindo ao Senado, que está em vias de começar uma CPI, com o objeto de análise agora aumentado, para investigar as verbas gastas pela União, bem como as repassadas aos Estados e aos Prefeitos.

Ao passo que os interesses pelo poder falam mais alto do que o som das centenas de milhares de caixões jogados nas covas, muitas delas rasas e improvisadas, vamos assistindo nas cidades aos prefeitos com as mãos amarradas, pois não querem se desalinhar politicamente dos governadores, sob pena, de terem reduzidas as verbas repassadas ao seu município. A minha função como vereador é lutar contra os desmandos que são cometidos em desfavor da população, por isso tenho estudado sobre o tratamento precoce contra a Covid-19, que obviamente não deve ser uma imposição, mas como um princípio da autonomia médica.

Igualmente tenho estudado sobre a notícia de hipernotificação de mortes e os caixões lacrados, fechados indevidamente, por mortes suspeitas pela Covid-19, que seriam abertos, com possibilidade de velórios dignos, caso não houvesse demora no resultado dos testes, sendo que até isso tem sido negado e se transformado em batalha judicial.

Enfim, eu sou a favor da CPI no Senado e em todas as esferas do Poder Político, inclusive no âmbito municipal, mas precisamos que a população acompanhe os seus representantes locais, sob pena de não fortalecerem aqueles que lutam por mais transparência nos gastos em relação a Covid-19 e faço um alerta: os ausentes nunca tem razão. Deus nos ilumine.

Eliel Miranda, vereador pelo PSD em Santa Bárbara d’Oeste-SP

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE