Ortolan preso em operação da PF

A operação da polícia federal que prendeu o ‘sócio’ do presidente Michel Temer José Yunes (LEIA AQUI) também prendeu um notável político de Americana- Milton Ortolan.  Amigo do MDB, do PSDB e do PT em Americana, o ex-secretário de educação no governo Diego De Nadai e ‘notável’ Milton Ortolan foi levado junto a outras cinco pessoas entre elas os ex-inistro da Agricultura e chefe Wagner Rossi.
Ele citado pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, em depoimento aos procuradores federais, no ano passado. Joesley disse que deu dinheiro a Milton Ortolan, que foi secretário de Educação no primeiro mandato de Diego De Nadai e foi ministro por algumas semanas no 1o governo Dilma.
Ele é citado na delação como homem de confiança de Wagner Rossi, ex-ministro da Agricultura. Em entrevista, tanto Ortolan quanto Rossi negaram ter recebido o suposto ???mensalinho???.

Num resumo divulgado pela Procuradoria Geral da República, consta que Joésley disse que, durante um ano, a pedido de Michel Temer, deu R$ 100 mil por mês pra Wagner Rossi e R$ 20 mil ao aliado.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE