Orquestra Filarmônica retorna ensaios

A Orquestra Filarmônica de Nova Odessa (OFNO) retorna com os ensaios para a temporada 2018 no próximo dia 17, tendo como novo regente o jovem maestro campineiro Felipe Gadioli, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). Ele tem participações internacionais de regência e trajetória como músico de orquestra em violino e cravo. As inscrições estão abertas para novos músicos e os ensaios ocorrem aos sábados, das 13h às 15h, no auditório da Secretaria Municipal de Educação.

A Filarmônica novaodessense foi fundada em setembro de 2012 pelo casal de músicos Elisabete e Norberto Rohwedder. A regência inicial foi do presidente do Moiesp (Movimento de Orquestras do Interior do Estado de São Paulo), o maestro peruano Juan Fernando Ortiz de Villate. O grupo chegou a ter 40 músicos componentes, a maioria de Nova Odessa, além de convidados de outras cidades.

“?? com muito entusiasmo que a Orquestra Filarmônica retorna a suas atividades. Este ano teremos muitas novidades para o público”, destaca o coordenador Norberto Rohwedder. Felipe Gadioli foi convidado para uma temporada como maestro da Orquestra Comunitária da Unicamp, tendo realizado concertos por igrejas junto a Camerata Experimental de Campinas e o Coral Reluz.

O maestro participou de um curso de regência com o renomado Isaac Karabtchevsky, no Rio de Janeiro. “Não queremos nos limitar apenas ao público já cativo em espaços sinfônicos, mas sim aproveitar a histórica musicalidade da população de Nova Odessa para criar um símbolo de identidade com a Filarmônica”, garante o maestro Felipe Gadioli.

Repertório ??? De acordo com o novo regente, o repertório do grupo orquestral não se limitará somente ao clássico, mas se estenderá para outras áreas. “A ideia é abranger toda a cidade e fazer a Orquestra Filarmônica parte do dia a dia de todos. Prova dessa musicalidade é a agilidade e vontade dos músicos em serem comunicados da reabertura das atividades. Fiquei espantado”, conta.

Diretor de Cultura e Turismo, Cícero Edno cita os equipamentos culturais existentes no Município. “Nova Odessa tem forte vocação cultural: a Banda Municipal ‘Professor Gunars Tiss’, o Coral Cidade, o Grupo Municipal de Dança, o Projeto Guri, a Orquestra de Violeiros Mirins e a própria Filarmônica”, enumera. “E hoje temos como palco principal o Teatro Municipal Divair Moreira”, completa.

A Prefeitura de Nova Odessa fornece apoio estrutural para os ensaios e apresentações da Orquestra Filarmônica, através da Diretoria de Cultura e Turismo. “?? junto da Banda Sinfônica Municipal ‘Professor Gunars Tiss’ um grande representante da música clássica e erudita no Município”, conclui Edno. O auditório da Secretaria de Educação fica na Avenida Carlos Botelho, nº 01, no Centro.

“Convidamos os músicos da região que tenham interesse em fazer parte da Orquestra Filarmônica de Nova Odessa”, completa Elisabete Rohwedder. Os interessados podem entrar em contato com os coordenadores, pelo telefone (19) 99224-7640, com o maestro Felipe Gadioli, no (19) 99950-3212, ou ainda com o presidente da OFNO, Eli Ferreira, através do número (19) 99122-1408.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE