Orientação é não esperar falta de ar para procurar médico

A equipe dos serviços da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Nova Odessa diretamente envolvidas no atendimento dos pacientes com sintomas respiratórios orientaram os moradores da cidade a não esperar ter falta de ar para procurar um médico, seja privado ou na Rede Pública Municipal. O problema foi notado nas últimas semanas pela equipe que atua na UR (Unidade Respiratória) do Jardim Alvorada, referência para atendimentos de pacientes de Covid-19 na cidade.

O problema é que quanto mais demorar o atendimento inicial, maiores as chances de a doença evoluir para pneumonia viral ou SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). “Aos primeiros sintomas da Covid-19, procure atendimento na Unidade Respiratória do Jardim Alvorada. Quanto mais cedo o atendimento médico, menor o risco de agravamento da doença”, justificou o secretário da pasta, o médico Nivaldo Luís Rodrigues.

“A gente está fazendo um apelo para a população: não espere dar falta de ar em casa. Começaram os sintomas, com no máximo dois ou três dias, procure uma unidade de referência, converse com o médico, se medique com o que ele prescrever. Não espere dar falta de ar. Está chegando muita gente já mal”, destacou o enfermeiro emergencista Edson dos Santos Silva, coordenador da Unidade.

“Hoje já chegaram dois rapazes novos, com menos de 30 anos, saturando abaixo de 70% (de oxigenação no sangue). Não espere dar falta de ar em casa, procure a Unidade Respiratória ou qualquer serviço de Saúde e peça orientação. Não espere dar falta de ar, porque daí o acometimento já é muito grande – e às vezes é irreversível”, reforçou.

“A pneumonia viral e a Síndrome Respiratória Aguda ocorrem por volta do décimo segundo dia de sintomas, e quando esse quadro já está instalado, a chance de recuperação diminui muito. Orientamos as pessoas para que procurem o médico antes disso, de preferência nos três primeiros dias de sintomas, para que possamos medicar e orientar melhor o doente”, completou o médico Lucas Bento, responsável pelo atendimento na UR e também na nova ala respiratória do Hospital Municipal.

Os principais sintomas iniciais da Covid-19 são dor de garganta, dores no corpo, febre, coriza nasal, tosse seca, perda de olfato e paladar, dor de cabeça, diarreia e fraqueza. Já os sintomas de ‘alarme’ são febre que não passa mesmo com o uso de antitérmicos e falta de ar. A Unidade Respiratória, porta de entrada de pacientes com sintomas, fica na Rua das Imbuias, nº 355, no Jardim Alvorada. O telefone é o (19) 3498-2731.

“Pessoal, não espere que a doença evolua para pneumonia viral ou Síndrome Respiratória Aguda Grave. Aos primeiros sinais, procure atendimento médico na nossa UR. Nossa equipe de Saúde está se dedicando 24 horas por dia para atender a população e salvar vidas”, acrescentou o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE