Orestes vai atrás do Sírio Libanês

O secretário de Saúde, Orestes Camargo Neves, esteve hoje (15/12), juntamente com a secretária adjunta, doutora Gisela De Conti Ferreira Onuchic, no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, reunido com o médico-cirurgião, Raul Cutait, uma das maiores referências médicas do país. A visita teve como objetivo buscar parcerias e a discussão sobre os processos de trabalho frente ao atual cenário da saúde do município.
Durante o encontro, o médico aventou a possibilidade de Americana vir a ser um dos três municípios que serão contemplados com um projeto-piloto do Hospital, em parceria com a FIESP e o Banco Mundial, o qual deverá ser implantado em breve e terá como base o suporte às redes de saúde dos municípios selecionados.Cutait considera que Americana apresenta as condições necessárias para absorver esse projeto, devido à sua localização geográfica e seus indicadores de saúde. Ele destacou que embora o município esteja passando por uma crise financeira, os indicadores de saúde são bons. “Americana está com muito bons indicadores, agora é preciso considerar o trabalho em rede, para avançar ainda mais”, comentou.Para Orestes, esse foi apenas mais um dos diversos encontros que pretende realizar, na busca por parcerias que possam complementar as ações realizadas no município. “Nós estamos buscando essas parcerias, com entidades sérias e que tenham um sólido histórico com a saúde, como é o caso do Hospital Sírio Libanês”, frisou.Graduado em cirurgia geral e digestiva, pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Raul Cutait é autor de mais de 10 livros publicados no Brasil; co-autor de mais de 130 livros nacionais e internacionais, além de ter co-autoria em mais de 100 artigos científicos; atualmente é professor associado da FMUSP, médico assistente do Hospital Sírio Libanês, médico do Hospital das Clínicas da USP, médico assistente do Hospital Brigadeiro, presidente do Instituto para o Desenvolvimento da Saúde, membro da Fundação Mário Covas, da Fundação para o Desenvolvimento do Investimento Social, entre outras.Para o secretário de Saúde, o encontro foi muito oportuno, pois serviu para estabelecer um laço importante com um dos mais célebres nomes da medicina brasileira, que se propôs a contribuir junto às autoridades das esferas governamentais, para ajudar a resolver os problemas da saúde local. “A reunião foi muito positiva, primeiramente porque a opinião dele vai ao encontro de tudo o que estamos planejando, e também porque houve muita disposição da parte dele em colaborar conosco”, considerou Orestes.   

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE