Oposição suspeita de calote de Andia no HSB

Os vereadores Carlão Motorista (PDT), Bebeto Grippe (SD), Giovanni Bonfim (PDT) e Wilson da Engenharia (PSDB), devem apresentar, na terça-feira (8), requerimento de informações a respeito da destinação de R$ 3 milhões para a Santa Casa de Misericórdia (Hospital Santa Bárbara). Apesar da aprovação de projeto na Câmara barbarense em julho deste ano, o qual autorizava a realização de convênio e repasse de recursos ao hospital, a Santa Casa ainda passa por dificuldades financeiras, o que estaria impedindo a ativação de 17 leitos. ???Nós recebemos muitas reclamações ao longo dos últimos quinze dias a respeito da dificuldade de internação???, afirmou Giovanni Bonfim, destacando que, apenas ontem (3), 13 pessoas aguardavam nos prontos socorros para serem transferidas para o hospital. ???Ao saber da falta de leitos, questionamos a direção da Santa Casa a respeito da possibilidade de ativar os 17 existentes, sendo informados da falta de recursos para o pagamento de pessoal???, explicou Wilson da Engenharia, ressaltando que o custo mensal dessas novas contratações seria de R$ 60 mil.
Ao ouvirem o relato a respeito da falta de recursos para a abertura de novas vagas, os parlamentares questionaram a destinação, por meio de convênio com a Prefeitura, de R$ 3 milhões. O projeto autorizando o repasse foi aprovado em regime de urgência no Legislativo. Segundo os vereadores, um dos cogestores do hospital não soube informar se esse convênio havia sido assinado e se os recursos estavam disponíveis. Ao questionarem o secretário de Saúde, Dreison Iatarola, eles teriam sido orientados a procurar mais informações com a secretária de Fazenda, Raquel Campagnol, que não foi encontrada. ???Por enquanto, não temos informação alguma. Ninguém soube nos dizer se os repasses estão sendo feitos???, afirmou Bonfim.
De acordo com o vereador Bebeto, enquanto os secretários fazem esse ???jogo de empurra??? e não prestam os devidos esclarecimentos, a população sofre com a falta de atendimento. ???Estamos sendo cerceados em nosso trabalho de fiscalização. Infelizmente, aquilo que a Prefeitura divulgou como a salvação do hospital não aconteceu???, disse. Segundo Carlão Motorista, além da falta de leitos, a Santa Casa ainda sofre com a falta de equipamentos, desde aparelho para medir glicemia até seringas, insulina e cadeiras de rodas. Além disso, existem relatos de que os terceirizados estariam com seus pagamentos atrasados.

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Siga-nos

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE